Douraci deixa a Prefeitura e vai para o Governo do Estado

Mais um auxiliar do governo Ricardo Coutinho (PSB) deixou ontem o cargo para ocupar uma função no governo do Estado. A coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres, Douraci Vieira, que é servidora efetiva do Estado, renunciou ao cargo na prefeitura para gerenciar o Programa Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, que está sendo criado pelo governador José Maranhão (PMDB).

A assistente social Douraci Vieira integrava o governo municipal desde o início da gestão do prefeito Ricardo Coutinho, onde ocupou os cargos de secretária de Desenvolvimento Social e coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres. Ela afirmou que assume a nova função no Estado com o objetivo de reorganizar sua vida profissional e de implantar na Paraíba e nos municípios um programa que será importante para a criação de mais delegacias da mulher, casas-abrigo, Juizados Especiais das Mulheres e da própria Secretaria de Mulheres do Estado.

“Não rompi politicamente com o prefeito Ricardo Coutinho. Comuniquei ontem por escrito a minha saída. Acho que já cumpri minha missão no município que alcançou avanços importantes na implantação de políticas públicas para as mulheres. Por isso sou muito grata ao prefeito de João Pessoa”, ressaltou.

Na lista dos ex-secretários de Ricardo Coutinho que deixaram a Prefeitura para assumir o primeiro escalão no governo do Estado estão Marcelo Weick (procurador do Estado), Edísio Souto (Cagepa), Ivan Burity (Procuradoria do Estado), além de outros que haviam sido exonerados no início do ano, como o engenheiro Antônio Gualberto (Sudema) e o ex-deputado Neto Franca (Empasa).

O prefeito Ricardo Coutinho disse ontem, durante lançamento do projeto Juventude Cidadã, que a saída de Douraci Vieira foi uma opção pessoal e a sua substituta na coordenadoria das mulheres será divulgada ainda nesta quinta-feira (2).

O chefe de gabinete da Prefeitura, Nonato Bandeira, afirmou que a reforma administrativa na Prefeitura deve ficar somente para o mês de abril de 2010, quando os atuais secretários têm de deixar o governo para concorrer a cargos eletivos. “As mudanças de secretários sempre foram constantes no governo e sempre mantivemos um excelente ritmo administrativo”, completou
Bandeira, acrescentando que neste primeiro momento os espaços deixados com as saídas dos ex-auxiliares continuam sendo ocupados pelos respectivos adjuntos. Algumas outras secretarias continuam sem adjuntos: Saúde, Comunicação Social, Sedurb, Administração, Finanças, Transparência, Procon e Procuradoria.

Entre os auxiliares de Ricardo que devem deixar o governo em abril do próximo ano para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa estão: o secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Alexandre Urquiza, o secretário de Articulação Política Edvaldo Rosas, o adjunto de Desenvolvimento Sustentável da Produção, Lucius Fabiani, o secretário de Desenvolvimento Social, Edmilson Soares, e o superintendente do IPM, Pedro Coutinho. Já para deputado federal devem disputar: o irmão do prefeito e superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, e a secretária adjunta de Meio Ambiente, Rossana Honorato.

 

Jornal da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.