Diretório Municipal do PT decide não sair do Conselho de Agra

 O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) na Capital se reuniu hoje e, por apenas um voto (18 a 17), deixou de aprovar nota em que reafirma o rompimento da legenda com o Governo de Luciano Agra, prefeito da Capital. A maioria dos diretorianos, liderada por Jackson Macedo, Júlio Rafael e Antônio Barbosa, também decidiu não acatar decisão da Câmara de Recursos do Diretório Nacional do PT que determinou a saída do Diretório Municipal do Conselho Político do PSB em João Pessoa.

 
“Este resultado demonstra que a vitória folgada” que eles dizem que tem dentro do Diretório Municipal não passa de uma enganação. A proposta de participação ativa do PT nas próximas eleições, através da candidatura própria, tem ganhado vários setores do partido e da sociedade e isto está se refletindo também dentro do PT. Acreditamos que em breve a decisão da candidatura própria será consenso”, afirmou Hildevânio Macedo, secretário-geral do diretório municipal do PT.
 
LEIA ÍNTEGRA DA NOTA DERROTADA POR UM VOTO NA REUNIÃO DO DIRETÓRIO MUNICIPAL

Considerando que o PT apoiou a candidatura do PSB na eleição de 2008, que constava Luciano Agra como vice-prefeito e a aliança composta pelo campo de centro-esquerda

Considerando, também, que assim como o governo estadual, a gestão Agra mudou o seu campo de aliança e de sustentação, formado agora por partidos de direita, adversários do governo Dilma.

Considerando, ainda, que o Governo Agra tem se pautado no descaso, no desvio de conduta e em um mar de escândalos que envolve corrupção, além de truculência praticada contra os mais fracos. Também tem trilhado pela prática de cooptação tendo como instrumento a máquina administrativa, e que envolvem lideranças partidárias das mais diversas matizes.

Considerando, por fim, a situação de desastre administrativo e o caos generalizado do governo da Capital, o Diretório Municipal de João Pessoa resolve:

1 – Orientar os filiados e filiadas, dirigentes e vereadores a fazerem oposição ao Governo Luciano Agra.

2 – Denunciar e exigir apuração sobre os recentes e variados escândalos que ora dilapidam a administração pública municipal.

3 – O PT de João Pessoa e a bancada de vereadores na Câmara Municipal farão todos os esforços junto ao Ministério Público para que sejam apurados os escândalos que envolvem a gestão Agra.

João Pessoa, 12 de dezembro de 2011
 
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.