Dilma e Lula tentam atrair FHC para compor Comissão da Verdade

Com incentivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidenta Dilma Rousseff tem incumbido emissários de sondar a possibilidade de o também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso integrar a Comissão da Verdade, encarregada de investigar os crimes da ditadura militar (1964-1985).

 
A comissão foi aprovada pelo Congresso a toque de caixa no final do ano passado e deve ser anunciada nas próximas semanas. Segundo pessoas próximas, Dilma e Lula consideram remota a possibilidade de Fernando Henrique aceitar o convite, mas querem aproveitar a boa relação entre o tucano e a presidenta para tentar convencê-lo.
 
Na avaliação do Palácio do Planalto, a participação de Fernando Henrique, ele mesmo vítima dos militares, daria credibilidade incontestável à comissão e derrubaria de vez a possibilidade de a iniciativa de passar a limpo a ditadura ser usada como munição na disputa político-eleitoral.
 
Caso Fernando Henrique não aceite o convite, Dilma vai procurar alguém com origem na intelectualidade paulista, histórico de defesa dos direitos humanos e que tenha bom trânsito entre os tucanos. Entre os nomes cogitados estão os dos ex-ministros da Justiça José Gregori e Luiz Carlos Dias e o ex-secretário de Segurança de São Paulo, Belisário dos Santos Jr.
 
Segundo interlocutores de Dilma e Lula, o principal empecilho para viabilizar o nome de Fernando Henrique é o fato de de que pela primeira vez os integrantes da comissão serão remunerados e, portanto, deverão se dedicar em tempo integral ao trabalho.
 
 
Último Segundo
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.