Dom Manoel Delson

Dom Manoel Delson cursou Filosofia e Teologia em Nova Veneza (SP) e no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA). É licenciado em Letras e tem Mestrado em Ciência da Comunicação Social, em Roma, na Pontifícia Universidade Salesiana. É Arcebispo da Paraíba.


Deus com a vida dos homens, que jaziam nas trevas

O mês de setembro na Igreja do Brasil é um tempo muito de aprofundamento da Palavra de Deus. O cristão deve ter essa Palavra, que é eterna e não muda, como único caminho fundamental de vida. Não vivemos sem Deus!
Diante das muitas dificuldades da vida que devemos enfrentar, o amor e a amizade com a Palavra de Deus fazem toda diferença. Na Quaresma de 2017, o Papa nos disse algo muito interessante: “se tivéssemos a Palavra de Deus sempre no coração, nenhuma tentação poderia nos afastar de Deus e nenhum obstáculo poderia nos desviar no caminho do bem”. Quem se alimenta frequentemente da Palavra de Deus sabe que Deus nunca nos abandona. Quando meditamos os Salmos da Bíblia, percebemos o quanto Deus e Sua Palavra nos permeiam. Somos constantemente protegidos por Seu amor de Pai. Contudo, sua proteção não nos infantiliza, tratando-nos como se fôssemos vítimas das situações da vida. Não! Deus nos protege com amor paterno que nos lança na vida, em seus muitos momentos felizes e desafiadores. Assim deve ser a vida cristã!

Estamos no mês setembro, mês da bíblia, mês amarelo, em que somos convocados a olhar cada irmão, irmã com amor. E aqueles que tem tendência ao suicídio, precisam do acompanhamento profissional adequado, da família e dos amigos. Atenção: a causa de suicídio não é falta de fé, não é falta de oração, é um problema que vai além de todas as coisas, é uma questão de saúde psíquica. Essas pessoas precisam ser acompanhadas e receberem muito amor, oração e presença amiga/solidária. Às vezes, precisam tomar remédios e não podem ficar sozinhas. Vamos todos tomar consciência disso e estender a mão àquele que está do nosso lado e tem esse problema. Que Nossa Senhora, a Virgem que se alimentou continuamente da Palavra de Deus, nos auxilie a enfrentar as dores imprescindíveis desta vida. Aproveitemos este tempo para crescer cada vez mais no amor ao Deus que Se fez Palavra, para estar sempre próximos a nós! E despeço-me com as bonitas e motivadoras palavras do Papa Francisco: “A Palavra de Deus faz um caminho dentro de nós. Nós a escutamos com os ouvidos e passa ao coração; não permanece nos ouvidos, deve ir ao coração; e do coração passa às mãos, às boas obras. Este é o percurso que faz a Palavra de Deus: dos ouvidos ao coração e às mãos. Aprendamos essas coisas.”

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.