Deputados vão pedir que MPF se pronuncie sobre demissões de protempores

Deputados da bancada de oposição na Assembléia Legislativa da Paraíba que se dizem perseguidos em suas bases eleitorais com demissões de servidores prótempores, formaram uma comissão e vão participar de uma audiência nesta quarta-feira (06), às 14h30, com o procurador do Trabalho, Eduardo Varandas. Eles querem saber qual a orietação do Ministério Público Federal sobre o assunto. A informação é do deputado Branco Mendes (DEM).
Segundo Branco, alguns deputados estão sendo procurados por pessoas que perderam o emprego com mais de 20 anos prestando serviço ao Estado e diante do fato, os parlamentares decidiram ir à Procuradoria do Trabalho para saber sobre a legalidade ou não dessas demissões. "Nós queremos entender qual é a realidade dessas demissões, os motivos e qual o procedimento que devemos adotar".
Acompanham Branco na audiência de hoje os deputados Zenóbio Toscano (PSDB), Lindolfo Pires (PSDB), Assis Quintans (DEM), Carlos Dunga (PTB) e Aguinaldo Ribeiro (PP).

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.