Deputado promete mobilização para conceder aumento ao funcionalismo

O deputado Ricardo Barbosa (PSB), que assumiu na semana passada a titularidade do mandato com a licença de 129 dias do deputado Dunga Júnior (PTB), prometeu articular uma mobilização de funcionários públicos do Estado para, na próxima semana, comparecer à Assembleia Legislativa durante a sessão que votará a derrubada ou manutenção da emenda ao Orçamento que garante reajuste salarial à categoria.

A emenda é de autoria do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP). Durante entrevista exclusiva ao Parlamentopb, Ricardo Barbosa explicou que pretende, com essa mobilização, pressionar a base governista e alguns parlamentares da oposição, que ainda estão indecisos, a votarem a favor do benefício que, na sua concepção, alcançará milhares de servidores públicos no Estado.

Barbosa revelou que, além de conversar com Aguinaldo, já estudou a proposta e está pronto para atuar como "advogado" e defender a legalidade da manutenção da emenda ao Orçamento do Estado.  “Eu posso dizer, sem medo e modéstia, que conheço esse tema. E vamos tentar provar naquela Casa, não apenas que o veto é ilegal e que Aguinaldo não infringiu as prerrogativas parlamentares, mas que a emenda pode ser mantida e é importante para o servidor. Estarei mobilizando os servidores para que a gente possa fazer uma grande pressão”, disse.

Com relação ao seu retorno à Casa, Ricardo Barbosa avisou que não vai aliviar contra o governo estadual. Ele informou que vai atuar, nas próximas sessões, com diligência e focando sua postura no combate aos maiores problemas maiores da Paraíba. “Estarei fiscalizando o poder público estadual como membro da oposição. Mas, não vou fazer aquela oposição mesquinha, cega e pequena. Quero contribuir, como eu sempre fiz”, ressaltou.

O socialista acrescentou que estará também difundindo as ações e obras executadas pelo ex-prefeito Ricardo Coutinho e reforçando na Assembleia Legislativa a base de apoio ao novo prefeito, Luciano Agra. Barbosa admitiu que vem recebendo orientações do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e de Ricardo Coutinho para poder enfrentar os embates políticos na Casa e organizar o “pelotão de frente” contra o Executivo Estadual. 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.