Deputado e API divulgam solidariedade a Luís Tôrres

A interrupção de veiculação da edição de ontem do programa Conexão Master, apresentado pelo jornalista Luís Tôrres, mereceu hoje a solidariedade do deputado estadual Lindolfo Pires (DEM) e também da Associação Paraibana de Imprensa (API), através de uma nota assinada por sua presidente, Marcela Sitônio. A atração da TV Master não foi ao ar ontem porque, segundo seu apresentador, teria havido uma proibição, oriunda do Governo do Estado, da presença do radialista Fabiano Gomes e do deputado Ricardo Barbosa.

Em um requerimento apresentado hoje, Lindolfo Pires afirma que "utilizando-se do poder econômico, representante do governador José Maranhão (PMDB) buscou impedir que os jornalistas viessem a exercer a profissão, objetivando censurar a presença dos profissionais no programa televisivo, impedindo, com isso, o direito imprescindível do exercício da liberdade democrática. É lamentável que nos dias atuais ainda estejam existindo fatos dessa natureza, quando jornalistas são impedidos de exercerem a sua profissão, por não gozarem da simpatia do atual governo do estado, como se a verdade ou o direito à crítica possa ser impedida de surgir, independente da vontade de qualquer dirigente”.

A nota da API diz que o fato de ontem foi "lamentável": "Consideramos que nenhum órgão de comunicação ou nenhum profissional devem ser cerceados no seu direito, garantido constitucionalmente, de prestar informação à sociedade. Neste período de campanha política eleitoral, o bom senso deve prevalecer, apesar da linha tênue que determina o limite entre a verdade e os interesses contrariados. Ao externar um posicionamento, a API cumpre seu papel de resguardar a liberdade de imprensa e a livre manifestação de pensamento que devem prevalecer num Estado Democrático de Direito".

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.