Deputado diz que repúdio da Câmara cabedelense vale como Comenda

O deputado estadual Anísio Maia (PT) deve fazer um discurso no melhor estilo “de alma lavada” na tarde de hoje na Assembleia Legislativa da Paraíba. É que ele foi considerado persona non grata pela Câmara de Cabedelo em 2015 quando criticou os parlamentares por tentarem barrar a criação do Shopping Pátio Intermares, empreendimento do grupo Marquise que pretendia ser instalado no município.

“Eu estou hoje mais feliz do que fiquei naquela época. Ser persona non grata para os vereadores de Cabedelo é uma Comenda, uma condecoração para mim”, disse Anísio ao ParlamentoPB.PersonaNonGrata

Cinco vereadores de Cabedelo foram presos na manhã de hoje na Operação Xeque

– Lúcio José do Nascimento Araújo – Vereador e presidente da Câmara de Cabedelo

– Jacqueline Monteiro Franca – Vereadora e esposa do prefeito Leto Viana

– Tércio de Figueiredo Dornelas Filho – Vereador

– Rosildo Pereira de Araújo Júnior – “Júnior Datele” – Vereador

– Antônio Bezerra do Vale Filho – “Antônio do Vale” – Vereador

 

 

 

Comentários