Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Deputado defende raios-x para acabar com revista íntima nos presídios

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Uma sessão especial na Assembléia Legislativa da Paraíba discutiu na manhã de hoje o sistema prisional na Paraíba. Entre as questões abordadas estiveram as denúncias de maus-tratos a apenados, mudanças nas revistas feitas para as visitas nos presídios e a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que torna obrigatório ao apenado custear sua estadia prisional, bem como indenizar vítimas.

De acordo com o deputado Nivaldo Manoel (PPS), autor da propositura da sessão, é importante que se trate de forma diferenciada as revistas, já que é constrangedora a atual abordagem. “Estamos apelando ao governador que instale máquinas de Raios-X nos presídios para que essas pessoas possam ser vistoriadas dignamente e tenham uma condição melhor de levar o seu alimento, para visitar seus familiares”.

O coronel Maurício de Sousa Lima, secretário executivo da pasta de Cidadania e Administração Penitenciária do Estado informou na ocasião que a Paraíba possui 20 penitenciárias, 58 cadeias públicas e uma população carcerária de aproximadamente 9 mil apenados.

Segundo o secretário, no tocante às denúncias de maus-tratos aos presos, “a Secretaria não está alheia a estes fatos, não é omissa. Tomamos as providências necessárias e os supostamente envolvidos foram afastados de seus cargos e a apuração está em curso”, declarou.

Ele lembrou que em relação às denúncias no presídio do Róger está sendo realizada uma sindicância pela Secretaria de Administração Penitenciária e um inquérito feito pela Secretaria de Segurança Pública. O mesmo ocorre em Campina Grande com denúncias de maus tratos contra apenados. “Aqueles que forem comprovadamente culpados por estes fatos, serão punidos na forma da lei”, ressaltou ele.

Para o presidente da Associação dos Familiares e Amigos dos Apenados dos Estado da Paraíba (Asfapep), Silva Neto, as denúncias estão apuradas de forma adequada. Ele ainda forneceu detalhes sobre a PEC que visa a mudança no sistema prisional de todo o país.

“Pedimos ao Governo Federal que abra as portas dos presídios para que as empresas privadas recebam incentivos fiscais e contratem a mão-de-obra dos apenados. Na PEC, está relatado o que apenado do regime fechado pode fazer e também do aberto e semi-aberto. Queremos que o apenado pague sua estadia prisional, indenize a família das vítimas e também a sua própria família. Vamos levar a proposta e recolher assinaturas no Brasil inteiro, mas o ponto de partida é a Paraíba”, declarou.

O juiz da Vara de Execuções Penais de João Pessoa, Carlos Beltrão disse durante a sessão que o sistema prisional da Paraíba e do país como um todo vem passando por dificuldades há alguns anos, como por exemplo o problema da superlotação. Ele enfatizou a importância da ressocialização dos apenados e da humanização.

“O que queremos é fazer com que o Judiciário junto com o Executivo, que também tem a parte no trabalho de execução de penas, caminhe juntos e se dêem as mãos. Para que ajudem não só o preso que está à espera de seus benefícios, mas aqueles que estão com seus processos em andamento para quando houver a sentença tem o cumprimento da pena como a lei determina”, observou.

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), além da Defensoria Pública, representante dos agentes penitenciários e outras entidades também participaram das discussões no plenário da ALPB.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

Artêmio Picanço, advogado

Advogado considera “surreal” decisão da Justiça da Argentina pela prisão domiciliar de Antônio Neto

Igreja Matriz de Monteiro

Polícia procura mulher suspeita de furtar dinheiro de ofertas da Igreja Matriz, de Monteiro

PF Operação Rescue

Operação da PF prende homem por armazenar imagens de abuso sexual de crianças

Concurso, freepik 1

MP recomenda retificação de edital do concurso para Guarda Civil de Santa Rita

PF operação Pombo, Objetos encontrados em casa de funcionários dos correios

PF investiga desvio de encomendas dos Correios e apreende objetos em casa de servidor

João Pessoa linda demais, secom pb

João Pessoa é destaque entre os Top 10 Destinos de Viagem para o mês de julho

Fábio Andrade, procurador-geral do Estado

Estado aprova lista de acordos diretos de precatórios com 593 propostas e R$ 78 milhões

Sérgio Moro 22

Por unanimidade, TSE rejeita cassação do mandato de Sergio Moro

Perilo Lucena, juiz

Ação alerta contra abuso e exploração sexual infantil nos festejos juninos de CG

Criança e adulto, mãos dadas

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar