Deputada usará mandato para lutar por mais respeito às mulheres

A deputada federal eleita Nilda Gondim (PMDB-PB) afirmou nesta sexta-feira (26) que o Dia de Combate à Violência Conta a Mulher, transcorrido nesta quinta-feira (25) é um dia de refletir sobre o papel da mulher na sociedade e sobre os avanços do que já foi feito para evitar que as mulheres continuem sendo vítimas da violência. Segundo ela, “muito já foi feito pela mulher que sofre a violência, mas muito ainda há por fazer”.

Nilda Gondim disse que seu mandato de deputada federal servirá para que, cada vez mais, a mulher seja respeitada na sociedade. “Temos que continuar quebrando os paradigmas que norteiam a impunidade, a exemplo dos avanços da Lei Maria da Penha, construída na Câmara dos Deputados a partir da atuação da bancada feminina”.

‘Subnotificação’ de casos – Ela lembrou que há uma redução na notificação de casos de violência contra a mulher no Brasil. Porém, ainda há o que ela classificou de ‘subnotificação’ dos índices. “A mulher tem que ter a consciência de que se faz necessário reduzir os índices, mas sem a subnotificação verificada por conta de mais da metade dos casos de violência contra a mulher ocorrer dentro de casa, inibindo a denúncia”.

Ela disse que, a partir de 1.º de fevereiro, quando tomar posse como deputada federal pela Paraíba, vai atuar em conjunto com as demais deputadas integrantes da bancada feminina para ampliar as ações que diminuam a violência contra as mulheres. “Vou trabalhar para diminuir essas desigualdades, especialmente em nome da mulher que é discriminada por conta da cor ou da classe social, por exemplo”.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.