Deputada iraniana critica Dilma por defender presos políticos

A presidente da comissão de direitos humanos do Parlamento iraniano, Zohre Elahian, repudiou as declarações da presidente brasileira, Dilma Rousseff, sobre a situação dos direitos humanos no Irã.

 
Segundo a agência estatal de notícias iraniana "Irna", Elahian enviou neste domingo uma carta a Dilma dizendo que aqueles que a presidente defende são na realidade "pessoas acusadas de crimes contra a segurança do Estado".
 
"Os que Dilma Rousseff classifica de prisioneiros políticos e de consciência são aqueles que têm registrado em seus antecedentes crimes de segurança contra o povo iraniano", afirma a deputada.
 
A parlamentar ainda ressalta que os prisioneiros defendidos por Dilma tiveram a intenção de "acabar com o regime iraniano" durante os grandes protestos de junho de 2009 
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.