Depois de ser impedido, Manoel Júnior consegue viabilizar plenária

O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) viveu um sufoco jurídico para viabilizar uma plenária no Jardim Planalto destinada a debater os principais problemas da população da capital paraibana. O evento chegou a ser foi proibido pela Justiça porque o juiz Marcos Jatobá, da 64ª zona eleitoral de João Pessoa, acatou o pedido do diretório municipal do PRP entendendo que a reunião seria uma forma de antecipação da campanha eleitoral uma vez que Manoel é um dos nomes cotados pelo PMDB para disputar a prefeitura.

Manoel Júnior apresentou recurso ao magistrado e, no meio da tarde, disse respeitar a decisão da justiça. "Não sabia que era proibido um parlamentar conversar de maneira ordeira e democrática com a população. Já entramos com um recurso contra a decisão judicial que proibiu a realização da nossa audiência pública de hoje à noite, no Jardim Planalto ”.

No final da tarde, depois do contato feito pelo próprio deputado e por seus assessores jurídicos com o juiz Marcos Jatobá prevaleceu a explicação de que a plenária de hoje seria um debate relativo à Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados, onde Manoel é membro titular.

Recentemente, Manoel polarizou debates com o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, ao anunciar que iria realizar uma "caravana" para conhecer os problemas da capital. O socialista ironizou a iniciativa, dizendo que essa seria uma admissão pública de desconhecimento da realidade da cidade.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.