Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Depois de envio de PEC, policiais civis fazem assembleia e ameaçam greve

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O presidente da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol), Flávio Moreira, encaminhou hoje aos filiados da entidade a convocação para uma assembleia que será realizada na próxima segunda-feira, 25, às 16 horas, na sede da Associação, para tratar sobre o envio à Assembleia Legislativa dos três projetos de lei que preveem reajustes salariais para os profissionais da segurança pública da Paraíba. O pacote, chamado de PEC 300 da Paraíba, não agradou a categoria civil.

No texto distribuído aos civis e à imprensa, Flávio faz queixas em relação à proposta do governador José Maranhão. Ele considera que havia um compromisso firmado com o Governo para que não fossem concedidos reajustes diferenciados entre policiais civis e militares: "A tabela enviada à Assembléia Legislativa pelo atual governo desrespeita dois compromissos, quais sejam a não concessão de reajustes diferenciados e a diminuição do fosso existente entre as categorias policiais civis (cláusula acordada durante a greve da polícia civil do ano passado) e ainda a concessão da "Remuneração dos policiais do Estado de Sergipe", firmada pelo governador-candidato à reeleição no seu guia eleitoral de numero 05 deste ano".

De antemão, o presidente da Aspol avisa que a categoria poderá decidir paralisar suas atividades e declara que ainda hoje o secretário de Segurança, Gustavo Gominho, e o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Luiz Sílvio Ramalho Júnior, serão informados sobre a possibilidade de deflagração do movimento.

Confira o texto da convocação da assembleia da Aspol.

O Presidente da ASPOL/PB – Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, vêm por meio deste CONVOCAR todos os associados e toda a categoria policial civil em geral, para participar de ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, a ser realizada na próxima segunda-feira (25/10/2010), às 16:00h na sede da entidade situada à Rua Des. José Peregrino, 321 – Centro – João Pessoa/PB, pelos seguintes motivos e para deliberar sobre a seguinte pauta:

1. CONSIDERANDO que a tabela enviada à Assembléia Legislativa pelo atual governo desrespeita dois compromissos, quais sejam a NÃO CONCESSÃO DE REAJUSTES DIFERENCIADOS E A DIMINUIÇÃO DO "FOSSO" EXISTENTE ENTRE AS CATEGORIAS POLICIAIS CIVIS (cláusula acordada durante a greve da polícia civil do ano passado) e ainda a concessão da "REMUNERAÇÃO DOS POLICIAIS DO ESTADO DE SERGIPE", firmada pelo governador-candidato à reeleição no seu guia eleitoral de numero 05 deste ano;

2. CONSIDERANDO que na remuneração por subsídio não é permitida a incidência de nenhuma gratificação, o que impede que os policiais civis da Paraíba cheguem ao menos próximo a remuneração de Sergipe;

3. CONSIDERANDO que atualmente a remuneração dos policiais civis em relação aos companheiros da Polícia Militar é equiparada basicamente do 2º sargento ao aspirante (o que ainda é muito pouco, dada a exigência de nível superior para ingresso na Polícia Civil) e que com a aceitação da tabela proposta pelo governo do Estado e enviada à Assembléia Legislativa, passaria-se a perceber entre um Cabo e não se chegaria sequer ao 2º sargento;

4. CONSIDERANDO ainda que todo o esforço em apresentar números e mostrar a realidade do Estado de Sergipe foi em vão e que a aceitação de um aumento em 20 meses implica na suposta obrigatoriedade de não realização de mobilizações em torno de melhorias para a categoria policial civil;

5. CONSIDERANDO ainda que a Polícia Militar foi beneficiada com a redução de tempo para promoção, abertura de vagas e outros benefícios, os quais são mais do que merecidos para ambas as polícias e não só para os nossos companheiros da PM e que temas importantes para a nossa categoria como a implantação da carreira única, a inamovibilidade, a promoção automática independente de vagas e a concessão de outras vantagens não foi sequer cogitada pelo atual governo;

CONVOCO Assembléia Geral Extraordinária, na data e horário acima aprazados, para deliberar sobre a seguinte pauta:

1. Aceitação ou recusa da tabela enviada à Assembléia Legislativa no projeto que ficou conhecido como "PEC da Paraíba";

2. Aprovação de proposta de reajuste salarial, bem como alterações na Lei Orgânica da Polícia Civil, a fim de trazer benefícios reais para a categoria policial civil;

3. Exigência de negociação direta com o governador do Estado, a fim de estabelecer solução para o impasse de forma satisfatória para a categoria policial civil;

4. Indicação e nomeação de Coordenadores Regionais para o Comando de Greve em caso de deliberação pela mesma, bem como indicação de um advogado por regional para ficar à disposição dos policiais da referida delegacia regional;

5. Paralisação das atividades por tempo indeterminado, a partir das 00h da próxima terça-feira, 26/10/2010, pelo que deverá ser providenciada a NOTIFICAÇÃO AO GOVERNO DO ESTADO, À SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA E DEFESA SOCIAL, AO SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E AO PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, ainda nesta quinta-feira, 21/10/2010, preparando os referidos poderes em tempo hábil legal para a paralisação das atividades e ainda ao presidente da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba e aos gabinetes dos Deputados Estaduais informando que a categoria policial civil NÃO CONCORDA COM OS VALORES PROPOSTOS PARA OS POLICIAIS CIVIS POR NÃO CORRESPONDEREM AOS QUE SÃO EFETIVAMENTE PAGOS AOS POLICIAIS DO ESTADO DE SERGIPE, ANEXANDO-SE OS VALORES ANTERIORMENTE ENVIADOS AO GOVERNO DO ESTADO.

Publique-se no sítio eletrônico da entidade e afixe-se no máximo número de unidades policiais possível.

João Pessoa, 21 de outubro de 2010.
FLÁVIO EMILIANO MOREIRA DAMIÃO SOARES
Presidente da Aspol

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

ataque gaza 140724 FOTO PCRS org humanitaria

Após novo ataque à Gaza, Lula diz que Israel segue sabotando processo de paz

Três homens são presos suspeitos de tráfico de drogas em Guarabira

Três homens são presos suspeitos de tráfico de drogas em Guarabira

entregador FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 533 vagas de emprego em 10 municípios paraibanos

onibus acidente sobrado br-230_

Ônibus que seguia para Vila Sítio São João tomba na BR-230, em Café do Vento

João Azevêdo entrega Casa da Cidadania do bairro do Bessa, em João Pessoa

João Azevêdo entrega Casa da Cidadania do bairro do Bessa, em João Pessoa

presidente lula FOTO fabio rodrigues pozzebom agencia brasil

Presidente Lula repudia atentado contra Donald Trump

mega sena FOTO rafael neddermeyer agencia brasil

Mega-Sena premia 28 apostas da Paraíba

Nilvan discute prioridades para os jovens de Santa Rita durante plenária

Nilvan discute prioridades para os jovens de Santa Rita durante plenária

mulher FOTO Pixabay

Homem é preso suspeito de agredir e ameaçar esposa com arma em Brejo do Cruz

meteoro

Queda de meteoro ilumina céu do Nordeste