Dênis afirma que não poderá pagar a PEC e critica Major Fábio

O Secretário Executivo de Cidadania e da Administração Penitenciária, sargento Dênis Soares disse hoje que não existe a menor condição de pagar a PEC 300. Para ele, não se pode fazer lei dando aumento no período eleitoral.

– Eu prefiro perder voto a ser chamado de mentiroso. Qualquer cidadão que entenda de direito vai mostrar que não se pode fazer lei dando aumento a qualquer categoria, inclusive a minha querida Polícia Militar, em período eleitoral, podendo ocorrer até pena de prisão. Eu disse isso a alguns colegas e eles acham que eu sou contra o aumento. Pelo contrário, eu quero o aumento, que a gente possa receber bem e a
polícia merece ganhar bem. Mas se eu disser que um monstrengo desse que Maranhão fez é legal,  o meu professor de direito vai me reprovar.

Dênis disse ainda que não é aproveitador e insinuou que alguns colegas costumam se aproveitar de certas situações e sair em defesa de interesses próprios.

– Eu não sou aproveitador, tem político por aí, que incentivou esse “monstrengo”, pra ficar “lá e lô”, fazendo “iô iô” e é pego na mentira. Vergonha!

O deputado federal Major Fábio por sua vez não levou a mal as declarações do secretário. Ele disse que entende o posicionamento do sargento e ainda deseja que ele consiga ter uma boa gestão.

– Trabalhei com Dênis algumas vezes e eu entendo a situação dele. Ele é funcionário de Ricardo Coutinho (PSB), e eu sou advogado da polícia e dos bombeiros. Se eles  estivessem errados eu ainda estaria ao lado deles, imagina eles estando certos. Eu compreendo o sargento Dênis e e ainda peço a Deus que ele faça um bom trabalho. Mas ele está do lado de lá e eu de cá, finalizou.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.