Delegados cobram audiência com Governo e admitem retomar greve

A Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil divulgou hoje uma carta na qual cobra do Governo do Estado o agendamento de uma reunião até o dia 20 deste mês. O documento cita que os delegados esperam uma contraproposta salarial. No dia 22, há uma assembleia da categoria programada para acontecer na sede da Ordem dos Advogados do Brasil em Campina Grande para decidir se a greve será retomada.

"A Associação aguarda sua convocação, na data aprazada, pois não há mais como adiar a resolução de nossa problemática salarial. Se fizermos um comparativo com as principais carreiras do Estado poderemos constatar que os fiscais do Estado, membros da Controladoria e os da Procuradoria foram contemplados com significativos planos de carreira,  possuindo subsídios que, com o término de seus escalonamentos se aproximarão de R$ 11 mil, início de carreira, enquanto os delegados obtiveram valores salariais irrisórios", cita a nota.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.