Delegado paraibano que ofendeu mulheres pede desculpas e diz que texto era ficção

Apesar de ter se recusado a falar com a imprensa, o delegado paraibano Francisco Azevedo telefonou à vereadora Sandra Marrocos (PSB), de João Pessoa, para pedir desculpas pela publicação de um texto com ofensas às mulheres petistas, chamadas por ele, dentre outros adjetivos pejorativos, de “safadas e rodadas”. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã da Jovem Pan João Pessoa, Sandra disse que Francisco se desculpou e disse que não pretendia ofender ninguém.

“Ele disse que o texto era literário, era ficção e que não pretendeu atingir ninguém. Mas, o fato é que ofendeu muita gente e vamos hoje votar o requerimento de voto de repúdio a ele na Câmara, com a presença de homens e mulheres petistas e não petistas porque um ataque como aquele não pode acontecer. Merece nosso repúdio”, disse a vereadora.

Francisco foi afastado do cargo de delegado da 9ª distrital em Mangabeira, na capital paraibana, por causa do conteúdo publicado nas redes sociais. Ele apagou inicialmente as postagens e depois deletou seu perfil no Facebook.

A decisão de afastar Francisco da 9ª DD consta no Boletim da Polícia Civil de número 1061, através da Portaria 166/ Degepol. É uma publicação interna da Polícia.

“A delegada geral adjunta, Cassandra Duarte, no uso de suas atribuições, resolve dispensar o servidor Francisco Alves de Azevedo Neto, delegado de Polícia Civil, Código GPC 611, do encargo de responder pelo expediente da 9a Delegacia Distrital de João Pessoa”, diz a portaria.

Confira a postagem que gerou a exoneração do delegado:

 

Leia mais:

Delegado paraibano que ofendeu mulheres petistas é exonerado

Vereadores pedem exoneração de delegado que xingou mulheres petistas: “São safadas e rodadas”

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.