Valério Vasconcelos

Valério Vasconcelos é doutor em cardiologia pela Universidade de São Paulo/Instituto do coração (USP/INCOR), pesquisador e escritor. Doutor em Cardiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Médico pesquisador no Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da USP (InCor/FMUSP).


Dê atenção aos rótulos dos produtos e ajude a saúde do seu coração

Você sabia que, na hora de comprar um alimento, é necessário saber de fato o que está sendo colocado na sacola? Isso mesmo! Muitas vezes, por puro desconhecimento, você consome alimentos com índices elevados de gordura, açúcar e sal. Para manter a saúde do coração, porém, é necessário dedicar um pouco mais de atenção aos rótulos dos produtos.

Estima-se que as doenças cardiovasculares sejam a principal causa de morte em todo o mundo. Uma verdadeira epidemia cardiovascular vem sendo gradativamente instalada nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil. Uma das melhores formas de evitar o aumento dessas doenças é por meio da prevenção, inclusive com o hábito da alimentação saudável.

Você até pode considerar chato fazer compras conferindo cada rótulo, mas é uma atitude necessária para manter a saúde do coração. Nos rótulos, constam informações importantes sobre os alimentos, desde a lista de ingredientes à tabela nutricional. Informação que deveria orientar as nossas escolhas.

Ao ler um rótulo, você precisa observar, por exemplo, as informações que aparecem nas primeiras posições. Os primeiros elementos que constam da lista de ingredientes são, justamente, os que estão sempre em maior quantidade. Se os primeiros ingredientes da lista no rótulo de um produto forem açúcar, gordura e sal, fique atento! Isso significa que você deve deixá-los de lado e buscar alternativas mais saudáveis.

Tal orientação precisa ser levada a sério, afinal, a médio e longo prazo, o excesso de sódio, açúcar e gordura causa impacto no sistema cardiovascular. Pesquisas comprovaram que o consumo excessivo do sódio contido no sal pode provocar doenças como insuficiência renal, acidentes vasculares cerebrais (AVC, ou derrame) e hipertensão.

O excesso de gorduras saturadas também aumenta, de forma significativa, o risco de doenças cardíacas, entupimento das veias do coração e de obesidade. Enquanto o açúcar pode facilitar o aparecimento de problemas que vão da cárie dentária à obesidade e ao diabetes.

Você deve prestar atenção a outras questões também. Uma delas é que os açúcares podem ser encontrados nos alimentos salgados, tais como molho de tomate, pães e ketchup. E até biscoitos salgados podem conter açúcar.

AÇÚCAR E GORDURA COSTUMAM APARECER DISFARÇADOS

Mas o desafio não está apenas em ter a iniciativa de conferir item a item nos rótulos dos alimentos, pois o açúcar e a gordura costumam aparecer disfarçados em alguns rótulos.

Os açúcares podem aparecer sob o nome de açúcar invertido, xaropes (milho, malte, agave, açúcar, arroz), sacarose, glicose, galactose, glucose, frutose, maltose, lactose, dextrose, polidextrose, maltodextrina, extrato de malte; açúcar (demerara, mascavo, orgânico, de coco, invertido, de confeiteiro, magro, moreno, light, cristal, bruto), mel, melado, melaço, caldo de cana, agave, néctar.

As gorduras também costumam aparecer sob o nome de óleos vegetais (coco, palma, milho, amendoim) e cremes vegetais (margarina, manteiga). Já o tipo de gordura mais preocupante, a trans, aparece como gordura vegetal hidrogenada, parcialmente hidrogenada e óleo vegetal hidrogenado. Termos como margarina e creme vegetal podem indicar a presença do composto, mas não necessariamente ele estará presente.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.