Daniela não adere a Ricardo e questiona transparência do governo

A deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) afirmou hoje em tom de indignação que não tem a menor condição de aderir ao projeto de governo de Ricardo Coutinho. Apesar de alguns colegas como Márcio Roberto, Doda de Tião e Wilson Braga terem se composto com o PSB, ela garante que continua firme na oposição

– Não tem perigo nenhum, nem rumor nenhum. Isso é uma grande inverdade. Eu tenho uma posição firmada e com ela permanecerei até o fim. A articulação do governo é trabalhar em cima de rumores ou de jogar mentiras na mídia como se quisesse tirar do foco tudo o que realmente interessa.

Para a deputada, o governo estaria, com a onda de adesões, desviando a atenção da população e deixando de resolver os problemas existentes no estado. Ela citou o cadastramento dos servidores como exemplo e questionou a transparência do governo de Ricardo Coutinho.

– O governo está escondendo tudo o que você imagina e muitas vezes até o que você nem pode imaginar. O recadastramento dos servidores, ninguém tem notícia. Os servidores contratados, demitidos, quem foi contratado, quem saiu, quem entrou? Fantasmas foram anunciados, mas ninguém sabe os nomes. O governo vem escondendo os atos anulados dos últimos seis meses do governo passado. É uma desordem. Tem sido uma prática do governo esconder e a sociedade deve cobrar e estamos aqui para fazer o nosso papel. Cadê a transparência? Quem não tem nada a esconder não tem medo de mostrar. O governante não pode se dar ao luxo que governa para ele mesmo. Ele governa é para a sociedade.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.