Damião Feliciano indica cargos sem ouvir filiados do PDT

O presidente do PDT da Paraíba, Damião Feliciano, conseguiu emplacar uma das indicações mais controversas na composição da equipe do governador Ricardo Coutinho. A nomeação do fiho dele, Renato, para a Secretaria de Turismo e do Desenvolvimento Econômico, foi criticada pelo trade pela falta de "afinidade" do político com o segmento, mas agora surge outra queixa: o partido não foi ouvido antes de feita a sugestão ao governador. Da mesma forma, a indicação do secretário de Ciência e Tecnologia da Prefeitura, Marconi Maia, também não passou pela instância partidária.

A confirmação foi feita ao Parlamentopb pelo vereador Geraldo Amorim: "Os cargos foram oferecidos. Eu nunca pedi e acho que o presidente do PDT também não pediu, mas isso foi um reconhecimento ao tamanho do partido. Ele [Damião Feliciano] me comunicou dos convites e disse que ia conversar com o governador para que o PDT participasse do governo. Eu soube do retorno de que o partido seria agraciado com uma secretaria. Comigo, não foi discutido. Pode ter sido com outras esferas do partido, mas comigo não".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.