Daesa denuncia suspensão de abastecimento de água em Sousa

O superintendente do Departamento de Águas, Esgotos e Saneamento Ambiental de Sousa (Daesa), Ricardo Peter, confirmou hoje uma informação repassada ao Parlamentopb por um morador da cidade de Sousa. O abastecimento de água no município foi interrompido ontem por 12 horas e a medida deve ser repetida hoje à tarde por igual período: "A cidade está com problemas de abastecimento e não sabemos porque. O que se comenta na cidade e o que tomamos conhecimento através de fontes ligadas à gerência da Cagepa é que o presidente da Companhia teria mandado suspender o fornecimento", disse Peter.

Ele confirmou que o Daesa tem uma dívida com a Cagepa, mas disse não saber se esse foi o motivo da suspensão adotada pela Companhia: "Estou aguardando ser informado oficialmente sobre o fato para que possa tomar as providências cabíveis. Nós temos uma dívida que foi deixada pela gestão anterior, mas já conversamos sobre isso com o presidente da Cagepa e informamos a ele que o Daesa passa por um processo de reestruturação, não tendo como arcar com esse ônus no momento".

Contraponto – O presidente da Cagepa, José Edísio Souto, foi procurado pela reportagem do Parlamentopb e informou que a suspensão no abastecimento de água se deve a um procedimento de manutenção rotineiro: "O que está havendo é somente um procedimento de manutenção na subestação, algo que é feito periodicamente em vários locais. Eu asseguro que enquanto for presidente da Cagepa não haverá qualquer ingerência política em assuntos da empresa. Conversei com o prefeito Fábio Tayrone e disse a ele que vou segurar a dívida da Prefeitura enquanto puder porque ele me assegurou que, no momento, não há como quitar esse débito", resumiu.

Edísio Souto não revelou quanto a Prefeitura de Sousa deve à Cagepa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.