CUT Paraíba auxilia a cadastrar famílias para Programa de Habitação da Caixa

 Central Única dos Trabalhadores na Paraíba (CUT-PB) está auxiliando a cadastrar trabalhadores rurais no Estado a serem beneficiados pelo Programa Nacional de Habitação Rural, desenvolvido pela Caixa Econômica Federal. De acordo com o presidente da entidade, Luis Silva, o objetivo da CUT é mobilizar os seus sindicatos filiados em toda a Paraíba para auxiliar no cadastramento para que os trabalhadores sejam beneficiados pelo programa, que é focado em agricultores de baixa renda.

“Com este trabalho pretendemos ajudar os trabalhadores a construírem as suas casas no interior, buscando garantir a qualidade de vida para o homem do campo. Estamos começando a fazer esta mobilização nesta sexta-feira, com a primeira reunião com os sindicatos da microrregião de Pilões. Em seguida, faremos em diversos outros municípios da Paraíba, buscando atingir todo o Estado”, destacou o presidente da CUT-PB.

Segundo Luis Silva, o programa desenvolvido pela Caixa é focado em famílias de trabalhadores rurais, que recebem por ano uma renda bruta familiar entre R$ 120,00 e R$ 10 mil. Os beneficiários devem estar enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), especificamente nos grupos B,C e F, incluindo aposentados.

Luis Silva destacou que a CUT-PB e seus sindicatos filiados informarão aos agricultores a documentação necessária e os auxiliarão a dar entrada na Caixa para a construção de casas no valor de até R$ 30 mil. Este valor vai variar de acordo com contrapartidas que podem ser dadas por prefeituras e outras entidades. O programa faz parte do Minha Casa Minha Vida e não foi estabelecido prazo limite para as inscrições aos beneficiários.

Para dar inicio ao processo de auxilio ao cadastramento dos agricultores, o presidente da CUT-PB participou de uma reunião com representantes do Programa da Caixa nesta última quarta-feira (dia 19), na sede da superintendência do Banco, em João Pessoa. Na ocasião também estiveram presentes os prefeitos de Mogeiro e Coremas.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.