Curso de combate à lavagem de dinheiro é aberto no MPPB

Foi aberto, na manhã de hoje, o Curso de Capacitação e Treinamento no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. O curso ocorre até a próxima quinta-feira, 14, no auditório do Ministério Público da Paraíba e faz parte do Programa Nacional de Capacitação e Treinamento para o Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (PNLD), do Ministério da Justiça. Membros do Ministério Público, agentes das Polícias Federal, Militar e Civil participam da capacitação.

O evento foi aberto pela procuradora-geral de Justiça em exercício, Kátia Rejane Lira Lucena, que destacou as características de combater à corrupção. “Precisamos mergulhar de vez e nos especializarmos. Este curso tem o sentido de qualificação para melhorarmos a investigação”, disse a procuradora.

Ela ressaltou ainda a importância do trabalho sistêmico na área da Justiça. “Órgãos como Ministério Público, Controladoria devem atuar de forma conjunta, numa interligação formal que envolva ações, troca de tecnologias”, afirmou a procuradora-geral.

A diretora adjunta do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional (DRCI), do Ministério da Justiça, Camila Colares Bezerra, agradeceu a parceria do Ministério Público da Paraíba na realização do evento. Ela informou que, desde 2003, o curso já capacitou mais de 8 mil agentes. “Trata-se de uma importante ferramente no combate à corrupção que faz parte da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), além de ser um ambiente de troca de experiências e aprofundamento de contatos”, explicou.

O diretor do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), do MPPB, procurador José Raimundo de Lima, disse que a capacitação se reveste de importância ímpar pela responsabilidade dos órgãos em estarem atuantes para combater a lavagem de dinheiro. “Que este seja um espaço de aprendizagem e qualificação”, comentou.

Participaram ainda da mesa de abertura o corregedor-geral do MPPB, procurador Alcides Jansen, o secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, o presidente da Associação Paraibana do Ministério Público, promotor Amadeus Lopes, e o presidente do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, procurador-geral licenciado Oswaldo Trigueiro do Valle Filho.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.