Crítico do Kremlin, Navalny é levado a hospital alemão

Seriamente doente, o crítico do Kremlin, Alexei Navalny, foi transportado à Alemanha para tratamento médico nesse sábado (22), a partir da cidade de Omsk, em uma ambulância aérea que o levou a um hospital de Berlim, o Charite.

Ainda não houve informação sobre o seu estado de saúde, mas o fundador do grupo ativista que organizou o voo caracterizou sua condição como “muito preocupante”.

Adversário de longa data do presidente russo, Vladimir Putin, e militante contra a corrupção, Navalny desmaiou em um avião na quinta-feira (20), após tomar um chá que seus aliados acreditam ter sido envenenado.

A equipe médica do hospital de Omsk disse, na noite de sexta-feira (21), após liberar Navalny para o voo, que ele estava em coma induzido e que sua vida não estava sob risco imediato.

A ambulância aérea, organizada pela Fundação Cinema pela Paz, voou para o aeroporto Tegel, em Berlim, e Navalny, de 44 anos, foi levado ao complexo hospitalar de Charite.

Em comunicado, o hospital afirmou que atualizaria a sua condição e futuros tratamentos assim que testes fossem completados e após consultar sua família, acrescentando que isso poderia levar algum tempo.

“Sua condição de saúde é muito preocupante”, afirmou o fundador do Cinema pela Paz, Jaka Bizilj, a repórteres do lado de fora do hospital. Recebemos uma mensagem muito clara dos médicos que se não tivesse havido uma aterrissagem de emergência em Omsk, ele teria morrido”, disse Bizilj, completando que caberia aos médicos e à família de Navalny fornecer mais informações sobre sua condição.

 

 

 

 

Por Agência Brasil, com Reuters

Foto: Pixabay

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.