Criação de mais 6 vagas da desembargador custará R$ 1,2 mi

O Informe JB publicou em sua edição de ontem a informação de que o governador José Maranhão pretende aumentar o número de vagas de desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba. Com a oferta de mais seis assentos na Côrte, os gastos com o poder, obviamente, seriam aumentados. Confira a nota, assinada pelo repórter Leandro Mazzini.

O clã Maranhão quer mais poder

O poder do clã Maranhão na Paraíba foi duplicado. Mal tomou posse como governador, há dois meses, o ex-senador José Maranhão viu a mulher, Fátima Bezerra Maranhão, desembargadora no Tribunal de Justiça, virar vice-presidente do TJ na semana passada. Até aí, algo já conhecido como bajulação corporativa entre poderes, independentemente do mérito da senhora. O que vem de carona é surpresa. Nasceu nos gabinetes da cúpula a ideia de criar mais seis vagas de desembargadores. Isso elevará em R$ 1,2 milhão os gastos – cada desembargador custará R$ 200 mil, com estrutura, salário, servidores. A proposta, ainda em redação, será enviada em breve para a Assembleia Legislativa para apreciação. O problema do TJ é que, ali, Maranhão ainda não tem maioria.

Jornal do Brasil

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.