CRAS de 13 cidades atendem população sobre odesligamento do sinal analógico de TV

A Seja Digital, entidade responsável pelo processo de migração do sinal de TV no Brasil, firmou uma parceria com a prefeitura de 13 cidades da região da Paraíba, onde o sinal analógico de TV será desligado em 30 de maio. O objetivo é atender a população nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), com intuito de orientá-la sobre o processo de migração do sinal de TV.

Em 30 CRAS, a população também poderá verificar se tem direito ao kit gratuito (com antena digital econversor com controle remoto), que está sendo distribuído pela Seja Digital às famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal, e realizar o agendamento para retirada dos equipamentos em um dos pontos disponíveisnos municípios.

O desligamento do sinal analógico de TV fará com que a programação dos canais abertos seja transmitida apenas pelo sinal digital. Para continuar assistindo à TV aberta após o dia30 de maio, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

“O nosso objetivo é que a informação sobre o processo de desligamento do sinal analógico de TV chegue à toda população para que ela possa se preparar o quanto antes para receber o sinal digital e viver essa nova experiência. Não queremos deixar ninguém para trás, por isso firmamos uma parceria com as prefeituras e vamos realizar os atendimentos nos CRAS das 13 cidades da região”, explica Aline Fernandes, gerente regional da Seja Digital.

Segue abaixo a lista com os endereços dos CRAS que estão realizando este atendimento:

JOÃO PESSOA:

CRAS Valentina

R.Francisco Alves Rodrigues- 28, Valentina

CRAS Mandacaru

Rua Professor Alfredo de Ataíde, s/n, Mandacaru

CRAS Cruz das Armas

Rua Profº João Gomes Coelho, s/n, Cruz das Armas

CRAS Alto do Mateus

Rua Luiz Pimentel de França Batista, s/n, Alto do Mateus

CRAS Cristo

Rua Universitário Rogério Benevides, s/n, Cristo

CRAS Ilha do Bispo

Travessa Lopo Garro, s/n, Ilha do Bispo

CRAS São José

Travessa São Gonçalo, nº 15 – Chatuba, São José

CRAS Padre Zé

Av. Ayrton Senna, nº 974- Padre Zé

SANTA RITA:

CRAS Jardim Planalto

Rua Paraná, S/N, Bairro Popular

CRAS Santa Cruz

Rua Sólon de Lucena, nº 420, Bairro Popular

CRAS Marcos Moura

Rua Pereira da Silva, nº 116, Marcos Moura

CRAS Masa

Rua Maria Nazaré Cabral, nº 70, Lot. Boa Vista

CRAS Boa Vista

Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 190, Lot Planalto

CRAS Lerolândia

Rua Presidente Médici, nº 24, Lerolândia

CRAS Odilândia

Rua Daura Santiago, S/N , Odilândia

BAYEUX:

CRAS Mário Andreazza

Rua José de Alencar Nº 34

CRAS Imaculada

Rua Castro Alves s/n

CRAS Sesi

Marechal Costa Silva Nº 323

CRAS Jardim Aeroporto

Rua Presidente Epitácio Pessoa Nº 28

SAPÉ

CRAS João Pedro Teixeira

Rua Edite Pereira, s/n

CRAS Augusto dos Anjos

Av. Napoleão Laureano Nº 657

CABEDELO:

CRAS Recanto do Poço

Rua Honório Patrício dos Santos. 139

CONDE:

CRAS Conde

Rua General Perouse Nº 222, Centro

CRAS Gurugi

Rodovia PB 018 s/n, Sítio Ipiranga

MARI:

CRAS Mari

Rua Rui Carneiro Nº 92, Silvino Costa

SOBRADO:

CRAS Sobrado

Rua Julio Guabiraba s/n, Centro

RIACHÃO DO POÇO:

CRAS Riachão do Poço

Rua João Ferreira Alves Nº 47, Centro

MARCAÇÃO:

CRAS Marcação

Rua João Ferreira Santos, Centro

CRUZ DO ESPÍRITO SANTO:

CRAS Cruz

Rua Maria Josefa da Conceição, s/n, Conjunto Francisco Cunha

ALHANDRA:

CRAS Alhandra

Rua Creuzonice Januário Nunes s/n, Alhandra

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Comentários