Mário Tourinho

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal


CRA-PB, desde 1986

Neste recente 21 de novembro quem aniversariou, e com este nome CRA-PB (Conselho Regional de Administração da Paraíba), foi essa autarquia federal, de natureza especial, que tem como finalidade a promoção e defesa do espaço profissional dos Administradores.

Nesse dia (21 de novembro), lá no ano de 1986, eu já me encontrava devidamente registrado como Administrador profissional, mas a “carteirinha” dessa identificação para o trabalho no campo da administração era, antes, emitida pelo CRA sediado na cidade do Recife/PE, especificado como da 4ª Região, abrangendo os estados de Pernambuco (obviamente), Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. E, claro, pra concessão/emissão dessa “carteirinha”, era exigível, por força da lei que regulamentou a profissão em 1965, graduação em administração, que eu concluíra em 1977 na UFPB. O que era “desgastante”, “irritante” ou mesmo “humilhante” era a dependência a que os paraibanos estávamos submetidos – sobretudo em uma época em que a comunicação não ocorria com a instantaneidade de hoje – naquele “tudo depender” do Recife!…

Como cada época e cada segmento tem seus heróis ou defensores empenhados naquilo que acreditam e querem fazer valer na visão de bem social, naquele tempo entre os administradores profissionais paraibanos haviam quatro nomes pra “levantar a bandeira” em prol da instalação de um CRA para e em solo da Paraíba, ou seja, um CRA com sede aqui mesmo – no caso, na capital do Estado (João Pessoa).

Esses quatro nomes, sempre unidos e dedicados a essa causa, são os dos administradores Lúcio Mariano Albuquerque Melo, Wallace Mendes de Carvalho, Solânea Cavalcanti de Menezes e José Silva Perruci. E conseguiram que o Conselho  Federal de Administração (sediado em Brasília), na data de 21 de novembro  de 1986, aprovasse Resolução Normativa estabelecendo a instalação do CRA-PB (Conselho Regional de Administração da Paraíba), então especificado como “CRA 16ª Região”.

O CRA-PB acaba de completar, portanto, 35 anos de atividades. Honra-me já ter sido seu presidente: a primeira vez nos exercícios 1991/1992; depois em 2001/2003. Porém, mais me entusiasma e me impulsa em relação ao CRA-PB é este reconhecimento aos dois ex-presidentes mais notáveis do referido órgão: Lúcio Mariano Albuquerque Melo e Wallace Mendes de Carvalho, porquanto terem sido os mais entusiastas semeadores dessa instituição, além de haverem realizado o trabalho de estruturação.

Não posso deixar de fazer dois outros registros: – o primeiro corresponde à sintonia prevalecente entre os membros de seu colegiado, de tal forma que, por exemplo, Wallace Mendes foi vice-presidente enquanto Lúcio Mariano era o presidente; em seguida, com o apoio deste, Wallace exerceu a presidência; como presidente, Wallace Mendes teve a mim como seu vice; com seu apoio fui eleito presidente; meu vice-presidente foi Anchieta Bernardino; obviamente também com meu apoio, Anchieta foi eleito presidente. Mais recentemente a presidência  do CRA-PB esteve sob a direção de Geraldo Rosa, cuja eficientíssima gestão teve César Emanoel Barbosa de Lima como um dos seus principais colaboradores; agora, com o apoio de Geraldo  Rosa, é César Emanoel o presidente.

Os administradores sabemos que o êxito de uma gestão está, também, na sintonia prevalecente entre os componentes da equipe.

Cumpre, pois, por tudo quanto aqui já foi exposto, todos darmos vivas e vivas para o CRA-PB por estes seus 35 anos de atividades, promovendo e defendendo os Administradores profissionais!

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.