Couto ignora enquadramento e defende palanque de Ricardo para Dilma

O deputado federal Luiz Couto passará este final de semana em visitas a bases no sertão do Estado. Ontem, ele esteve em Patos e neste sábado, dividiu seu tempo entre Pombal, município administrado pela aliada Polyana Feitosa (PT), e Sousa. Neste domingo, o destino de Couto é Cajazeiras.

Nestas visitas, o parlamentar tem defendido à militância petista sertaneja a existência de um palanque oferecido pelo pré-candidato ao Governo pelo PSB, Ricardo Coutinho, à presidenciável Dilma Rousseff (PT), oficialmente apoiada na Paraíba pelo governador e candidato à reeleição José Maranhão (PMDB). Diante da ameaça feita pelo presidente do PT paraibano, Rodrigo Soares de "enquadramento" aos dissidentes, Couto reagiu, revelando uma conversa mantida com o presidente nacional do partido, José Eduardo Dutra, descartando a tese de punições aos filiados que preferirem outra candidatura que não a de Maranhão.

– Não existe enquadramento nenhum. Isso é um engodo que o presidente estadual quer usar para enganar a militância.

Em suas andanças pelo sertão, o deputado federal também tem focado seu discurso no apelo para que os filiados revejam a decisão de apoio ao PMDB durante o encontro estadual do partido, previsto para 12 de junho. Ele alega que o anúncio de aliança só se justificaria com a indicação do vice (Luciano Cartaxo), que acabou sendo rejeitada pelo PMDB. Para Couto, a "humilhação" por que passa o PT tem que ser compensada com a retirada do apoio a Maranhão no próximo encontro estadual.

 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.