Couto e Rodrigo se acusam de costurar dobradinha fora do PT

A Rede Paraíba Sat de rádio realizou hoje, às 13 horas, o único debate radiofônico com os três candidatos a presidente do PT da Paraíba. No programa, levado ao ar para 20 emissoras em todo o Estado, o deputado federal Luiz Couto acusou seu adversário na eleição do diretório estadual do PT, Rodrigo Soares, de costurar alianças com candidatos fora do partido em seu histórico de eleições. Segundo Couto, Rodrigo teria feito composições com Manoel Júnior e Adauto Pereira na região de Caaporã, fugindo da recomendação petista.

"Fui candidato nos momentos mais difíceis. Nunca estive em palanques de adversários do PT, nem nunca apoiei adversários do partido. Sou candidato à reeleição porque o PT está avançando, aumentamos o número de filiados e diretórios e comissões provisórias. O candidato Rodrigo Soares tem pregado a união do partido em seu discurso, mas na prática, ele age pela divisão do partido. O discurso dele é de união, mas a prática é de divisão", declarou Couto.

O deputado estadual negou que tenha feito composições com políticos fora do PT e acusou seu adversário de ter recebido apoios de Pedro Medeiros e Gervásio Maia. "Eu nunca fiz dobradinhas com candidatos de outros partidos. Mas, é normal que em outras cidades, líderes de outros partidos desejem apoiar, eventualmente, um candidato do PT. O deputado federal Luiz Couto recebeu o apoio de Gervásio Maia e Pedro Medeiros nas eleições", disse.

Em outro momento, Rodrigo perguntou a Couto porque ele destoava da recomendação da tendência Construindo um Novo Brasil, de construir um palanque único para Dilma Rousseff com aliados da base de Lula na Paraíba. "Não entendo porque a postura do presidente do PT de ter tomado posicionamento que vai contra a recomendação do PT. Sua postura dividiu o bloco em torno de Lula", disse Rodrigo Soares.

Couto alegou que não destoou da recomendação da CNB: "Ele nem leu o item 17 do programa da CNB. Defendemos um programa progressista de esquerda. O que acontece na Paraíba é que o PT não interferiu no Governo de Maranhão. O Governo não acatou os 13 pontos a serem implantados na gestão e nós discordamos disso".

Ouvintes – Nos últimos seis minutos da Rede Paraíba Sat, os telefones foram abertos para a participação dos ouvintes e cada um deles pôde dizer que candidato, em sua opinião, tinha vencido o debate. O resultado foram 25 participações de várias cidades com o seguinte entendimento:

Luiz Couto – 15 votos
Rodrigo Soares – 8 votos
Nabal Barreto – 2 votos

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.