Correio Braziliense traz denúncia sobre funcionários do gabinete de Efraim

Reportagem do Jornal Correio Brasiliense destaca que 52 servidores comissionados do Senado Federal, à disposição do gabinete do Senador Efraim Morais (DEM-PB) estão trabalhando, na Paraíba, como cabos eleitorais, “pagos com recursos da casa”, diz a matéria. “O recordista do Senado em número de funcionários lotados em seu gabinete tem à disposição, apenas no estado, 52 servidores comissionados, cabos eleitorais pagos com recursos da Casa. Ao todo, no gabinete de Efraim, estão lotados 73 servidores”.
 
O jornal diz ainda que o escândalo dos funcionários fantasmas afastou os doadores da campanha de Efraim. A matéria afirma que, apesar de ser campeão no número de funcionários, Efraim não consegue chamar a atenção dos doadores.
 
O Correio Brasiliense diz também que se Efraim sair vitorioso do pleito deste ano, vai iniciar um novo mandato enrolado com a justiça, do jeito que encerrará este atual. “Se o senador do DEM conquistar a reeleição, vai iniciar o mandato com o Supremo Tribunal Federal (STF) no seu encalço, para averiguar as denúncias de uso irregular do dinheiro público na contratação de funcionárias fantasmas”, afirma a reportagem.
 
A reportagem é encerrada afirmando que os colegas de Efraim estão fazendo "vistas grossas" para as denúncias. Porém, a Polícia Federal e outras instâncias governamentais continuam com as investigações. “Se Efraim é preservado por seus pares políticos, outras instâncias governamentais realizam pente-fino para levantar o volume de dinheiro público desviado com as contratações irregulares registradas pelo gabinete do senador do DEM”.

Leia a íntegra do texto clicando aqui

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.