Corregedor-geral eleito indica nomes dos promotores corregedores

O corregedor-geral eleito do Ministério Público da Paraíba, procurador de Justiça Alcides Jansen, indicou os promotores Antônio Hortêncio Rocha Neto, Rodrigo Marques da Nóbrega e Maria Edligia Chaves Leite para os cargos de promotor corregedor. “Escolhi estes promotores porque são pessoas com muita experiência dentro do Ministério Público e têm o perfil adequado para ocupar o cargo de promotor corregedor”, disse o procurador Alcides Jansen.
   
O promotor Antônio Hortêncio Rocha ressaltou que fará um trabalho focado na orientação. “Ainda vamos realizar uma reunião com o Dr. Alcides Jansen para saber quais as metas que serão traçadas para o nosso trabalho. Mas além da fiscalização, nosso trabalho será de apoio e auxílio ao promotor, principalmente no que diz respeito ao Planejamento Estratégico do MP”, afirmou.
   
O promotor Rodrigo Marques da Nóbrega disse que buscará fazer um trabalho de orientação de levar o Ministério Público a desenvolver um trabalho de qualidade. “Nosso objetivo é faze ruma trabalho de fiscalização e orientação de forma que o MP atinja os rincões do Estado prestando um serviço de qualidade”, disse.
   
[Já a promotora Maria Edligia Chaves disse que recebeu com prazer e responsabilidade a indicação. “A atribuição de promotor corregedor é de muita responsabilidade, pois vamos trabalhar próximo aos colegas que são muito capacitados. Mas, com certeza, com experiência na área de curadoria e sensibilidade feminina, vamos contribuir para o desenvolvimento de um trabalho em prol da melhoria do MP. A equipe de colegas corregedores é formada por promotores muito capacitados e, sob a orientação de Dr. Alcides Jansen, com certeza o resultado será muito bom”, declarou a promotora.
   
O procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, destacou a parceria entre a PGJ e a Corregedoria. “É um trabalho importante de parceria entre a Procuradoria e o Dr. Alcides Jansen, que foi um nome que convergiu, não foi consenso, mas a divergência é importante porque é um contraponto. Nós vamos apoiar incondicionalmente a Corregedoria, que estará próxima ao promotor, afinada com o planejamento estratégico, que é o grande mote, pois Dr. Alcides é egresso da Geplag, e vai nos ajudar implementação dos projetos. E com certeza esse trabalho vai se traduzir em uma nova perspectiva, em uma nova postura do promotor de Justiça”, disse.
   
Quanto aos nomes indicados para promotor corregedor, o procurador-geral ressaltou a postura ética e trabalho. “Dr. Alcides acerta em apostar em três valorosos colegas. São três dínamos para o trabalho, são pessoas dedicadas, com postura ética, correção, objetividade, resolutividade. O promotor Antônio Hortêncio faz um trabalho brilhante na Assessoria Técnica, com nível de excelência. O promotor Rodrigo Nóbrega é uma pessoa de moral, correção, atento às questões do MP, que não se afasta da responsabilidade. A promotora Maria Edligia é o toque feminino. Hoje existem cerca de 90 membros que são mulheres, e é importante ter uma mulher dentro da Corregedoria, além disso, é uma pessoa que, quando abraça o trabalho, faz bem feito, corajosa, destemida. Com certeza vão fazer um trabalho espetacular, que contará com todo apoio da PGJ, para que a Corregedoria seja forte e, consequentemente, o MP seja fortalecido”, declarou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.