Coronel Francisco nega ter autorizado café de R$ 205 mil

O ex-superintendente do Detran, Coronel Francisco de Assis, se recusou a falar com o Parlamentopb mas concedeu uma entrevista ao programa Hora da Notícia, da Arapuan FM, tratando sobre a denúncia de pagamento de um café da manhã de R$ 205 mil durante sua gestão à frente do órgão. Ele negou que tenha havido a despesa e ameaçou processar quem divulgou a informação.

– As medidas, a minha assessoria jurídica já está tomando. Essa empresa com que o Detran fez seus eventos tem longa história na Paraíba e, inclusive, presta serviços à prefeitura de João Pessoa. Eu aderi à ata da própria prefeitura de João Pessoa. Quem arranjou esse café vai responder. Esse café não existiu, lhe garanto. Não sei qual é a vontade e o desejo, se é de macular a minha imagem… acho que não vai conseguir porque vai ter que responder porque não teve absolutamente nada disso.

O coronel citou que o Detran promoveu vários eventos realizados pela Líder Consultoria por ocasião da inauguração do auditório, da Escola Pública de Trânsito e do ciclo de palestras sobre a Lei Seca:

– Os pobrezinhos dos agentes não sabiam nem o que era… eles não sabiam que lei era essa. Treinamos o pessoal do Detran e da PM.

Ele foi taxativo ao dizer que o café da manhã orçado em R$ 205 mil é "mentira" e que processará quem divulgou a informação.

O Parlamentopb reproduziu a informação que foi repassada por um aliado do governador Ricardo Coutinho. O Coronel Francisco de Assis foi procurado pela reportagem para comentar a denúncia, mas não atendeu aos telefonemas e nem respondeu à mensagem de texto encaminhada ao celular dele informado sobre o caso e solicitando uma entrevista. Um assessor, por telefone, disse que teria havido um erro na descrição da despesa que consta no empenho. Segundo ele, vários eventos teriam sido pagos sob a descrição de "café da manhã" e R$ 205 mil corresponderiam a estas despesas diversas e não apenas a um café.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.