Congresso do PPS reelege Bernardino e veta apoio a José Maranhão

O presidente estadual do PPS, José Bernardino da Silva, deve ser reconduzido ao posto durante o congresso que o partido realiza, a partir das 10h desta quarta-feira, na Assembleia Legislativa da Paraíba. Depois de uma semana de turbulência, Bernardino conseguiu reunir os dissidentes, aumentou a participação deles na Executiva Estadual e obteve o consenso para fechar sua chapa, com João Bosco Carneiro na vice.

Em entrevista ao Parlamentopb, Bernardino declarou que seu partido vai se manter na oposição ao Governo Maranhão III, apesar de ter confirmado a consulta feita pelo deputado Nivaldo Manoel, que tentou obter o aval do PPS para dar sustentação ao governador José Maranhão: "O deputado nos consultou sobre isso, mas ele foi voto vencido. A Executiva Estadual não quer ser situação. Nós continuamos na oposição ao Governo. Se o deputado destoar disso, vamos chama-lo para conversar", disse.

Para construir seu consenso, Bernardino teve que esticar a Executiva Estadual de 39 para 45 cargos, acomodando aqueles que lhe faziam críticas. O congresso estadual do PPS deve terminar ao meio-dia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.