Comandante diz que PM venceu e conseguiu ocupar Morro do Alemão

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio de janeiro, coronel Mário Sérgio Duarte, afirmou na manhã deste domingo (28) que o Conjunto de Favelas do Alemão, na Penha, na Zona Norte do Rio, está ocupado. Em entrevistra à TV Globo, o comandante disse: "As aeronaves da Polícia Civil fizeram voos rasantes e nos deram cobertura de fogo. Tivemos o apoio mais a distância das aeronaves da Força Aérea, os blindados fizeram o seu papel. A infantaria. Vencemos… vencemos. Trouxemos a liberdade para a população do Alemão. Agora é trabalho de busca, procura, prisões e apreensões. Menos resistência".

O comandante informou, ainda, que o próximo passo é checar todas as casas da comunidade: “Nós já entramos. A posição já está com conquistada, agora é uma questão de paciência, de muito cuidado ainda. Agora é hora de paciência, verificar casa por casa, beco por beco, não vai ter um lugar daqui desse complexo que não vai ser verificado, que não vai ser checado”.

De acordo com Mário Sérgio, a tropa está preparada para um possível confronto: “Eles (criminosos) até o presente momento não enfrentaram, preferiram fugir do combate, o que não significa que eles não estejam buscando posições para preparar algum tipo de armadilha para o nosso pessoal. A tropa está toda preparada. Agora é um trabalho de paciência, nós apenas conquistamos um terreno. O trabalho mais cansativo vem agora”.

“Nós não tivemos grandes confrontos, até agora, o que não significa que não possamos ter. Foi muito importante para as nossas tropas estarem dentro do terreno nas posições de ‘comandamento’ nas partes mais altas dos becos, mas nos consideremos como o terreno conquistado, o que não significa que não teremos confrontos com eles aí dentro, que eles não estejam aí. Todo o cuidado está sendo tomado pelas patrulhas, busca de pessoal, buscas de material, busca de equipamento, isso vai demorar muito tempo’, completou o comandante.

O coronel Mário Sérgio falou, também, da importância da ajuda dos moradores: “Os moradores sabem que nós viemos para libertá-los. Os moradores sabem que nós viemos aqui para trazer paz para a população. A população pediu isso. Nós recebemos centenas de e-mails, centenas de pedidos de socorro. Se há casas onde moradores dizem que a polícia não pode entrar, aí mesmo é que se torna mais suspeita”, completou.

Delegado ressalta êxito de operação

Já o diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), delegado Rodrigo de Oliveira, que está à frente de uma equipe na invasão do Complexo do Alemão, afirmou, por volta das 9h deste domingo (28), que foi com êxito a retomada do território. “É importante ressaltar que o estado está dentro do Complexo do Alemão. Nós assumimos o complexo e jamais vamos entregar de volta aos criminosos”, ressaltou.

O delegado informou que a equipe dele está na localidade do Areal, considerada por ele como o “centro nervoso” do Complexo do Alemão. “Com o apoio do nosso helicóptero, chegamos e tomamos muito rápido o Areal”, contou ele. “Temos muitos objetivos para verificar, para tentar prender criminosos e apreender armas e drogas. A operação está só começando”, acrescentou.

Rodrigo Oliveira disse que os moradores estão dentro de casas, abrigados e que não há informações de feridos. “O complexo parece uma cidade deserta. Não tem ninguém nas ruas.”, contou. “Nenhum criminoso se entregou até agora, mas estamos à disposição caso isso ocorra: é só colocar a arma no alto e começar a se entregar”, concluiu.

G1

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.