CNJ lança “Prêmio Nacional de Estatísticas Judiciárias”

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou o “Prêmio Nacional de Estatísticas Judiciárias”, destinado a órgãos integrantes do Poder Judiciário, pesquisadores, jornalistas e demais profissionais  da área de comunicação que realizaram estudos e projetos para que a sociedade compreenda melhor o funcionamento da Justiça.

Uma circular enviada pelo presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, destaca que as inscrições estão abertas até o dia 15 de outubro. O prêmio foi instituído pela Resolução nº 76, de 12 de maio de 2009 e o edital com o regulamento está disponível na página do CNJ na internet (www.cnj.jus.br).

Em seu portal, o CNJ explica que, em cumprimento de suas obrigações constitucionais, vem efetuando a coleta de dados estatísticos e indicadores, a fim de obter informações para a análise do desempenho das instituições do Poder Judiciário. As informações colhidas integram o Programa Justiça em Números, que apresenta uma ampla base de informações quantitativas sobre as atividades do Judiciário visando garantir a padronização desses indicadores para a gestão de conhecimentos da instituição.

Assim sendo, para o aperfeiçoamento do Justiça em Números, o CNJ instituiu o “Prêmio Nacional de Estatísticas Judiciárias”, que tem como objetivo: estimular o uso de estatísticas judiciais no processo de planejamento e estimular a gestão estratégica dos tribunais; incentivar o acesso público às informações estatísticas e aos indicadores do Judiciário; informar a real contribuição desse Poder à sociedade brasileira e colaborar para a mensuração e a avaliação de desempenho e para a produtividade dos órgãos judiciários.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.