Cirurgias eletivas são suspensas na rede da Unimed João Pessoa

A realização de cirurgias eletivas está suspensa em toda a rede credenciada da Unimed João Pessoa. A medida, aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração no dia primeiro deste mês, faz parte da estratégia montada pela Cooperativa para garantir atendimento seguro e resolutivo aos clientes durante o pico da pandemia de Covid-19.

Desde março, os procedimentos eletivos já estavam suspensos nas unidades próprias da Unimed JP e havia uma recomendação para a rede credenciada. Agora, passa a ser uma exigência, que deve ser cumprida.

Entenda – Dentro das medidas adotadas pela Unimed João Pessoa, já pactuadas com a rede, está a definição de unidades preferenciais para diferentes tipos de atendimento durante a pandemia. O Hospital Alberto Urquiza Wanderley passa a atender, preferencialmente, as pessoas que desenvolverem a Covid-19. Já o Hospital Moacir Dantas e as unidades da rede credenciada passam a receber, também preferencialmente, pacientes considerados de risco: pediátricos, obstétricos, idosos e oncológicos.

A suspensão das cirurgias eletivas vai garantir que existam leitos disponíveis para cada caso nas unidades preferenciais. Outro ponto importante é que, com a suspensão desses procedimentos, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) serão poupados. Os EPIs são, hoje, o maior gargalo no mundo para atendimento aos pacientes com Covid-19.

Segurança – A reorganização da rede durante a pandemia também contribui para evitar o cruzamento entre pacientes com Covid-19 e aqueles que apresentam outras patologias, aumentando a segurança. Um fluxo de atendimento já foi definido para cada tipo de atendimento e será anunciado pela gestão da Unimed JP nesta semana.

O presidente da Unimed JP, Gualter Lisboa Ramalho, esclareceu que o cancelamento das cirurgias eletivas, aliado a estas medidas pactuadas com a rede, irão prover, de forma antecipada e escalonada, o modelo de segurança desejado.

Comentários