Circuito Som nas Pedras reúne multidão em Juru

A abertura do projeto cultural Circuito Som nas Pedras reuniu mais de mil pessoas no município de Juru, no Sertão paraibano. O evento aconteceu no final da tarde desse sábado (31) e encantou o público com apresentações de grupos artísticos locais. O evento aconteceu no Lajedo da Laje Grande.

A programação teve início com a Banda Marcial Capitão Dalmo Teixeira, às 16h40. Em seguida foi a vez da Orquestra Jovem do Prima – Polo Itaporanga se apresentar na festa que reuniu moradores do Sertão e do Cariri, além de autoridades locais. Na mesma noite, passaram pelo palco natural o Grupo de Bacamarteiros Gaviões da Serra, Banda Cabaçal do Mestre Zé Pretinho, repentistas e forró pé-de-serra com Luiz do Acordeon.

O projeto tem o objetivo de impactar a economia do Sertão e Cariri através do incentivo ao turismo. Cultura, lazer e potenciais geográficos – especialmente os lajedos – são os atrativos.

Além de Juru, integram o Circuito Som nas Pedras os municípios de Matureia, Monteiro, Teixeira, Princesa Isabel, Congo, Cabaceiras, Serra Grande, Queimadas e Boqueirão.

O prefeito Luiz Galvão ressaltou que o projeto faz surgir o turismo tão desejado em Juru. “Representa uma coisa muito importante que é o descobrimento do turismo aqui no nosso município. Antes, a gente tinha vontade de que isso acontecesse e não foi possível. Agora está sendo possível, graça a Deus e à Secretaria de Cultura do Estado, juntamente com o governo João Azevêdo que está dando esse apoio em parceria com o município, e está sendo realizado aqui em Juru o primeiro encontro do Som nas Pedras, e Juru sediando essa abertura. Então é de muita importância no nosso município.”

Ele disse que o turismo no município vai gerar emprego e renda. “O descobrimento do turismo vai gerar renda e pequenos empregos. As poucas pousadas que nós temos aqui já estão lotadas e os turistas já estão indo para as cidades vizinhas. E com certeza, no próximo ano, Juru poderá ter mais pousadas para hospedar todo esse povo que vem para cá.”

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.