Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Chamado de covarde, Moro afirma que Bolsonaro incentiva rebelião armada

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O ex-ministro Sergio Moro rebateu as críticas feitas a ele pelo presidente Jair Bolsonaro nesta manhã sobre sua gestão à frente da pasta da Justiça. Em nota, Moro afirmou que a flexibilização de posse e porte de armas não podem ser “utilizadas para promover espécie de rebelião armada contra medidas sanitárias impostas por governadores e prefeitos”. Segundo Moro, é isso o que desejava o presidente Jair Bolsonaro.

O ex-ministro também afirmou que acredita na construção de políticas públicas “mediante diálogo e cooperação” e que “de nada adianta ofensas ou bravatas”.

Sobre a crítica de Bolsonaro referente a uma portaria assinada por Moro e pelo também ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, o ex-juiz afirmou que se tratava de um “recurso excepcional”. A medida, revogada na semana passada pelo governo, autorizava o uso de força policial para prender indivíduos suspeitos de contaminarem outras pessoas pelo coronavírus.

“A portaria interministerial n.º 5 sobre medidas de isolamento e quarentena, por mim editada junto com o ministro Mandetta apenas esclarecia a legislação e deixava muito claro, que a prisão era medida muito excepcional e dirigida principalmente aquele que, ciente de estar infectado, não cumpria isolamento ou quarentena”, escreveu Moro.

Nesta segunda-feira (1o), o presidente Jair Bolsonaro criticou as posições de Moro em relação a armas e a medidas de isolamento social e disse que “graças a Deus” ficou “livre” dele. Bolsonaro também afirmou que Moro agiu de forma “covarde” e servia a outra “ideologia”.

 

 

 

O Globo Online

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

Cida Ramos, deputada

Cida Ramos acredita em candidatura própria do PT e diz que está confiante

Adolescente mata os pais e a irmã

Adolescente mata os pais e a irmã em SP por ficar sem computador e celular

Barreira do Castelo Branco

Obras na barreira do Castelo Branco começam hoje e trecho da BR-230 será interditado

Luciano Cartaxo 3

Luciano Cartaxo melhora, mas segue internado em João Pessoa

Ebrahim Raisi

Presidente do Irã morre aos 63 anos em queda de helicóptero

Luciano Cartaxo e Cida Ramos

Executiva Nacional do PT adia mais uma vez decisão sobre eleições em João Pessoa

UFPB-entrada-683x388

Começam hoje inscrições para concurso da UFPB com 21 vagas e salário de até R$ 11 mil

Padre Egídio preso

Justiça realiza hoje primeira audiência de instrução de Padre Egídio e ex-diretoras do Hospital Padre Zé

Rachel Sheherazade 3

A Grande Conquista 2 dá baixa audiência e não lucra, mas Rachel Sheherazade é bem avaliada

Caixa Econômica, Desenrola Brasil

Prazo de renegociação do Desenrola Brasil acaba nesta segunda-feira