Cerimonial convida, mas Haroldo se recusa a compor mesa do PMDB

O vice-presidente do PMDB da Paraíba, Haroldo Lucena, protagonizou hoje de manhã um momento de constrangimento durante o Congresso Estadual do partido, no Hotel Tambaú. É que o cerimonial convidou o dirigente partidário a compor a mesa que coordena os trabalhos do evento. Haroldo, sentado na plateia, recusou-se a compor a mesa.

Em entrevista à imprensa, ele declarou que não havia motivo para integrar oficialmente o Congresso e acrescentou que a mesa deveria ser ocupada por outras lideranças, a exemplo de peemedebistas que se deslocaram de outros Estados para participar dos debates. Ele desconversou quanto a suas queixas com a condução de assuntos partidários.

"Eu não fui convidado para participar da mesa, anteriormente. Eu vim participar do evento. Suplente não tem direito a voto. Não estou atrás de ser estrela. O meu relacionamento com o partido é bom. Não tenho queixa contra ninguém", disse Haroldo.

Recentemente, Haroldo Lucena ocupou a mídia para fazer críticas ao PMDB paraibano, especialmente à concentração de decisões nas mãos do governador José Maranhão.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.