Cehap retoma obras paralisadas e prevê entrega de 205 casas

O Governo do Estado, por meio da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), prevê entregar 205 unidades habitacionais ainda neste semestre. Elas estão distribuídas por nove municípios e orçadas em R$ 5,5 milhões. As novas unidades se somam a outras 453 entregues pelo governador Ricardo Coutinho no ano passado.

Segundo a presidente da Cehap, Emília Correia Lima, as unidades habitacionais a serem entregues se referem a obras que se encontravam paralisadas. “Retomamos todos os trabalhos, pois a meta do Governo do Estado é não deixar nada parado. Assim que as obras forem concluídas, essas casas já serão inauguradas e repassadas às famílias”, explicou Emília.

As cidades contempladas com as 205 unidades habitacionais são: Mogeiro (15 casas); Caaporã (30); Caldas Brandão (20); Logradouro (20); Pilões (20); Solânea (20); Caiçara (10); João Pessoa (40); e Itaporanga (30).

Na Capital, as unidades estão sendo construídas com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Já em Caaporã, a fonte de recursos é o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS). Nos outros oito municípios, as ações estão sendo executadas com financiamento do Programa de Atendimento Habitacional através do Poder Público (Pró-Moradia), do Governo Federal.

Segundo Emília, atualmente a Cehap se encontra com 5.222 unidades habitacionais em andamento, com estimativa de concluir todas ainda em 2012. “Só para este primeiro semestre do ano, temos 2.965 unidades já com ordens de serviço assinadas pelo governador. São obras de grande importância, principalmente porque são voltadas a pessoas que estão em situação precária, de vulnerabilidade social”, destacou.

Minha casa, minha vida 2 – O Governo do Estado firmou convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF) para a construção de 597 casas populares no município de Mamanguape. O primeiro contrato do programa Minha Casa, Minha Vida 2 na Paraíba foi assinado pelo governador Ricardo Coutinho e pelo superintendente regional da CEF, Elan Miranda, na quarta-feira (18), em solenidade no Palácio da Redenção.

A presidente da Cehap destacou a meta de contratar 17 mil casas este ano, dentro da cota destinada ao Estado pelo Minha Casa, Minha Vida 2. Ela também disse que a companhia continua trabalhando para destravar outras casas, cujos prazos e procedimentos não foram cumpridos pela gestão anterior. “A Paraíba tinha direito a sete mil casas, dentro da primeira etapa do Minha Casa, Minha Vida, mas apenas três mil foram construídas. Destas, 95% foram em João Pessoa. O foco agora é, além de cumprir a nossa cota, correr atrás das que foram perdidas no passado”, disse Emília.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.