Cássio volta ao Cariri, onde esqueceu de mencionar Cícero

O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) visitará o cariri nesta sexta-feira para participar procissão de Nossa Senhora das Graças, Padroeira de Ouro Velho a partir das 17h00. Ele irá ao município atendendo o convite do prefeito Inácio Junior que acompanhou a agenda cumprida por Cássio em Santa Luzia na última terça-feira. Naquela ocasião, ele concedeu uma entrevista na qual defendeu a união das oposições. Cássio diz que tem se mantido como magistrado em meio à crise do PSDB.

Apesar disso, ele disse que estaria ao lado de Efraim Morais percorrendo a Paraíba na eleição do ano que vem e "esqueceu" de mencionar Cícero Lucena.

Programação – Após o evento religioso de hoje em Ouro Velho, está prevista uma visita do ex-governador ao prefeito da Prata, Marcel Nunes (PSDB), em sua residência.

A cidade de Ouro Velho, que fica a 315 km da capital surgiu em 1884, batizada por Conceição. Em 1886 teve seu nome mudado para Conceição Mugiqui. Conta-se que um boi velho pastava à sombra de um juazeiro que terminou servindo como ponto de referência de Boi Velho, que pela Lei n 803 de 18 de Outubro de 1952 passou a ser distrito de Monteiro com denominação de Boi Velho, que era referência ao preço do animal, considerado caro, comparado a ouro. Posteriormente a padroeira passou a ser Nossa Senhora das Graças e a emancipação política do município foi lançada pela Lei n 2.165 de 12 de dezembro de 1961. Logo após passou a ser chamado Ouro Velho.
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.