Cássio se diz otimista e acredita no voto de Lewandowski no STF

O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) comentou hoje, em entrevista concedida à Rede Paraíba Sat, a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que decidiu negar seu registro de candidatura ao Senado em sessão realizada ontem à noite por 4 votos contra 3. Mesmo se dizendo sereno, Cássio deixou claro que não se conforma com o indeferimento de sua candidatura ao Senado:

– Recebi a decisão com a serenidade de sempre. Tenho minha consciência tranquila e o espírito em paz. Apesar do resultado adverso, o placar foi apertado e o voto do presidente do TSE, Ricardo Lewandowski nos traz uma tranquilidade de que no STF o registro será concedido. Lewandowski em seu voto reafirmou o que eu tenho dito desde o início deste processo: numa democracia não se pode ser punido duas vezes pelo mesmo motivo, quando abraçou a tese do exaurimento da pena. Minha pena já está esgotada. Um voto apenas superou a vontade de mais de um milhão de paraibanos. O que me causa estranheza é que outros governadores como Jackson Lago e Ronaldo Lessa conseguiraam registro no TSE. Respeito a decisão, mas não me conformo e vou recorrer. Nossos advogados entrarão com embargos de declaração no TSE e vamos encaminhar recurso extraordinário ao STF. Esse caso iria ao STF de toda forma porque, caso eu tivesse conseguido ontem no TSE, Maranhão iria recorrer porque não se cansa de me perseguir. Vamos manter a calma – disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.