Cássio garante ficar no PSDB e diz que anúncio de apoio seria prematuro

O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) descartou hoje, como era esperado, o anúncio de seu apoio para o Governo em 2010. Ao invés de dizer se iria dar suporte ao candidato de seu partido, Cícero Lucena, ou ao prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinh (PSB), o tucano declarou de concreto, apenas, que permanece no ninho tucano. Sobre o esperado apoio, ele disse que é um assunto prematuro, que deverá ser debatido posteriormente.

"No tempo adequado, vou falar sobre o apoio. Quero deixar claro que não combato pessoas, mas meu objetivo é impedir que a Paraíba tenha a pressão de velhas práticas políticas. A política tem um ritmo e um rito próprio. Vamos respeitar isso. Não vamos colocar o carro na frente dos bois. Vamos reunir as forças da oposição e apresentar uma proposta alternativa para o Estado. Vamos buscar a unidade no primeiro turno? ou no segundo turno? Essas respostas sairão do diálogo com os partidos. Certo é que teremos uma proposta alternativa e que a Paraíba vai avançar. Avante, Paraíba!", disse ele.

Seu discurso foi centrado em críticas ao governador José Maranhão, a quem acusou de usar a máquina administrativa para cooptar prefeitos, deflagrar perseguição a adversários, de praticar nepotismo e ter desempenho gestor pífio, entre outros questionamentos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.