Cássio faz nova denúncia contra ONG do pai de Tárcio Pessoa

O Centro Universitário Aberto Mandalla voltou a ser alvo de denúncia hoje por parte da Coligação "A Vontade do Povo". A assessoria do candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo afirmou que a entidade firmou convênio este ano na quantia de R$ 390.500,00 com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap). O Centro foi fundado na Paraíba por Willy Pessoa Rodrigues, pai do então subsecretário Executivo do Empreender-PB, Tárcio Handel Pessoa Rodrigues, que fez a liberação dos recursos do programa para a instituição.
 
Na Sedap, o convênio (0038/2014)– que dispensa a necessidade de licitação – tem como objeto a elaboração do “Plano de Proposição Estratégica para o Desenvolvimento da Agropecuária, da Pesca e da Agricultura Familiar no Estado da Paraíba”, cuja vigência vai de julho a dezembro deste ano, no valor de R$ 390.500,00.
 
No programa eleitoral da Coligação A Vontade do Povo da última segunda-feira (15), foi denunciado que o próprio Tárcio Handel Rodrigues liberou recursos da ordem de R$ 405 mil, um dos maiores da história do Empreender-PB ao Centro Universitário Aberto Mandalla, fundado pelo pai, localizada no município de Cuité.
 
A coligação do PSDB afirmou ainda que Willy Pessoa Rodrigues reside no próprio Centro Universitário Mandalla, braço da Agência Mandalla, organização da qual o filho, Tárcio, foi diretor-executivo por oito anos, até ter sido convidado pelo governador Ricardo Coutinho a assumir o comando do Empreender-PB, em fevereiro de 2011. Atualmente, Tárcio Rodrigues é secretário de Finanças do Estado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.