Cássio desiste de levar Ronaldo para conversa definitiva com Cícero

Alguns aliados intercederam junto ao ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB) e conseguiram convencê-lo a não levar o pai, Ronaldo Cunha Lima à reunião que deve manter na próxima quarta-feira, 16, em Brasília, com o senador e pré-candidato tucano ao Governo, Cícero Lucena. A argumentação para demover Cássio de seu propósito inicial de se fazer acompanhar de Ronaldo teve como foco evitar constrangimento a Cícero e poupar Ronaldo da tensão que deve representar essa conversa.

Cássio vai expor a Cícero Lucena sua percepção a respeito do quadro sucessório do Estado e deve tentar fazer o colega desistir da pré-candidatura, alegando que as pesquisas indicam uma vantagem do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB) para conseguir o objetivo do grupo tucano, que é derrotar o atual governador José Maranhão (PMDB).

Como o tema é melindroso, o conselho de amigos em comum é que não se feche questão sobre os rumos partidários na primeira reunião. A indicação é de agendar um outro encontro, dias depois, quando ambos tiverem digerido melhor os assuntos tratados no primeiro diálogo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.