Cássio desconversa sobre Ricardo e deixa PSDB com Cícero

O ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, foi muito aplaudido pelos participantes do Encontro Nacional do PSDB ao chegar ao Hotel Tambaú hoje de manhã. Igualmente assediado pela imprensa, com quem não conversava desde que deixou o Governo do Estado em meados de fevereiro, ele comentou os assuntos políticos do Estado e desconversou sobre as perguntas que insinuavam sua eventual aproximação com o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). Ele não tratou diretamente do tema, preferindo sair-se de maneira diplomática: "Quem estiver no campo da oposição, deve dialogar na mesma mesa".

Diante de todas as especulações sobre sua saída do ninho tucano, Cássio declarou: "Eu não cogito minha saída do PSDB. O PSDB ofereceu à Paraíba um trabalho sério, extremamente responsável".

Em relação ao convite que lhe foi feito pelo senador Cícero Lucena para que Cássio assuma a presidência estadual do PSDB da Paraíba, o ex-governador declarou que se tratava de uma gentileza de Cícero, mas que o diretório continuaria sendo comandado pelo senador.

"O PSDB está em excelentes mãos. Em um gesto de gentileza da parte de Cícero Lucena, ele me franqueou o espaço da presidência do partido. Não é uma decisão tomada ainda e nem fundamental. Depois do meu retorno, isso estará sendo definido".

Em outro ponto da entrevista, ele disse que a pré-candidatura de Cícero Lucena tem toda a sua solidariedade e a preferência e pregou a unidade das oposições: "Terá meu apoio aquele que for o fator catalizador das oposições e tiver as condições de ganhar o pleito. Temos duas alternativas claras. A do senador Cícero, que é do meu partido e tem minha solidariedade. E temos a de Efraim, que sempre compôs o nosso campo de alianças. Vamos aguardar o desenrolar do processo político e a chegada do ano eleitoral para que essas decisões sejam tomadas", resumiu.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.