Cássio apoia frente parlamentar da gestão pública

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) anuncia sua disposição de apoiar, em 2012, a criação da Frente Parlamentar Mista de Fortalecimento de Gestão Pública. Segundo o parlamentar, é preciso fortalecer nos três níveis de governança, métodos apropriados de controle de gestão, participação popular, profissionalização da administração pública, responsabilidades dos gestores, produtividade e o impacto de resultados. “A merendeira de uma escola que receber uma gratificação por produtividade, com certeza irá produzir muito mais”, exemplificou o senador Cássio Cunha Lima.

Como transformar uma administração formalista e burocrática numa instituição competitiva? Como aproveitar melhor os recursos materiais e humanos das administrações públicas? Segundo o senador paraibano, a resposta adequada à estas indagações serão obtidas durante as reuniões e audiências públicas da Frente Parlamentar Mista de Fortalecimento de Gestão Pública. A proposta já soma 220 assinaturas de parlamentares e deve ser lançada em janeiro de 2012.

“Um país desenvolvido é um país sem miséria? Sim. E país desenvolvido é um país sem corrupção? Sim. E o melhor remédio para combater a miséria e a corrupção é a responsável e eficiente aplicação dos recursos públicos”, afirmou o senador Cássio Cunha Lima, que sugere a realização de audiências públicas e seminários em várias capitais e municípios para conhecer exemplos e soluções inovadoras.

Na discussão do modelo ideal de gestão pública, existem vários exemplos privados, como da indústria catarinense Gerdau, que obteve um lucro de R$ 14 bilhões em 10 anos. Trata-se de um projeto em que o setor privado investe para o setor público para ficar mais eficiente. De cada R$ 1 investido, são gerados em média mais de R$ 190. “A frente vai ajudar nas discussões para normatizar a gestão pública porque a falta dessa normatização é um erro”, avalia Cássio Cunha Lima.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.