Caso de fantasmas e defuntos só será resolvido em dezembro

O procurador geral de Justiça licenciado Oswaldo Filho estima que a denúncia da existência de aproximadamente dois mil servidores fantasmas na folha de pagamento do Estado relativa ao período do Governo Maranhão III deverá ser esclarecida até dezembro. Segundo Oswaldo, que deixou o cargo para disputar a reeleição, o caso é complexo e o volume de denunciados dificulta a apuração das irregularidades.

– No início, eu acreditava que seria uma coisa rápida, mas depois a gente viu que havia cerca de duas mil pessoas envolvidas. Cada cidadão merece o direito de se explicar. Não sabemos qual a razão disso ter acontecido, se as pessoas tinham conhecimento ou não, se tinham culpa ou não. É preciso averiguar tudo para não expor indevidamente os nomes. Estamos cuidando de cada caso especificamente. Será necessário um semestre para concluir o trabalho e acredito que isso deve acontecer até o final do ano.

A lista contendo o nome de servidores fantasmas e outros já falecidos foi encaminhada pelo secretário de Administração do Estado, Gilberto Carneiro, ao Ministério Público Estadual. A relação acabou vazando e foi publicada pela Revista Politika, embora os aliados do governador José Maranhão contestem a veracidade dos dados.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.