Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Casa construída em área de preservação deve ser demolida

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A 1ª  Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) manteve a sentença da 3.ª Vara da Justiça Federal na Paraíba, que condenou Marli José da Silva e o município de Pitimbu (PB) à demolição de casa construída irregularmente em área de preservação ambiental, além da  remoção do entulho gerado. A decisão acompanhou o parecer do Ministério Público Federal (MPF).

A sentença da Justiça Federal em primeiro grau foi resultado de ação civil pública proposta pelo Ibama contra Marli José da Silva pela construção de uma casa às margens do Rio Acaú, em Pitimbu, área considerada de preservação permanente. O município de Pitimbu também foi réu na ação por ter permitido a construção do imóvel, quando deveria fiscalizar as práticas que colocam em risco a fauna e a flora nas áreas urbanas, como previsto no Código Florestal.

Em primeira instância, o município argumentou que tal irregularidade decorreu de descuido na concessão de terrenos por parte da administração anterior. A ré Marli José da Silva, por sua vez, alegou que quando comprou o lote não sabia que se tratava de área protegida.

O parecer do MPF ressaltou que, além de o imóvel ter sido construído em área de preservação permanente, uma vistoria feita por engenheiro florestal constatou que a água da tubulação da casa era despejada no Rio Acaú, e uma fossa sanitária havia sido construída no leito do rio. Dessa forma, o MPF considerou que a edificação, por si só, configura ameaça ao equilíbrio do meio ambiente, e por isso deve ser demolida. 

Reexame Necessário – Os réus não recorreram da sentença de primeira instância, mas ainda assim o caso foi julgado pelo TRF-5 porque o Código de Processo Civil (artigo 475, I) determina que sentenças proferidas contra o município estão sujeitas ao duplo grau de jurisdição obrigatório, ou seja, só produzem efeito depois de confirmadas pelo tribunal.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

jacksonemarcos (1)

Presidente do PT da PB explica presença na PH: “O evento era do PSB, não do PP”

UFPB-entrada-683x388

UFPB terá urnas em todos os centros de ensino nesta quinta; veja locais

Energisa trabalhando na Torre

Ocorrência deixa áreas da Torre sem energia e concessionária atua para normalizar serviço

ALPB 31

ALPB define nova data para audiência com Pollyanna Loreto e oposição questiona ausência

Glicério Feitosa, candidato do NOVO a prefeito de Bayeux

Glicério Feitosa cita “péssima” gestão de Luciene e indecisos para vencer eleições em Bayeux

Polícia civil, viaturas, central

Operação da PC prende ‘contadora’ do tráfico em João Pessoa e cumpre mandados de busca no sertão

Aimee Garcia, atriz de Dexter

Aimee Garcia, de ‘Lúcifer’ e ‘Dexter’, é confirmada para a edição 2024 do Imagineland

terezinhaemonica (1)

Eleições na UFPB acontecem nesta quinta; 46 mil estão aptos para votar

PM, viatura passando

Criminosos sequestram motorista de aplicativo, trocam tiros com a PM e dois são baleados

Dinheiro 21

INSS começa a pagar nesta quarta-feira décimo terceiro antecipado