Carteiras desaparecidas da UFPB serão reconfeccionadas

O Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria do Consumidor de João Pessoa, firmou um acordo com a comissão gestora do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e com a Associação das Empresas de Transporte Coletivo (AETC) para a reconfecção das carteiras estudantis desaparecidas, sem qualquer custo para os estudantes.

De acordo com o promotor Glauberto Bezerra, a gráfica vai reconfeccionar as carteiras, que serão enviadas ainda esta semana para a selagem na AETC e, na próxima segunda-feira, 10, já estará disponível aos estudantes no DCE. O custo da reconfecção será arcado pelo DCE e pela gráfica. Caso haja descumprimento será cobrada uma multa de 20 mil a ser paga pelo diretório dos estudantes.

O acordo foi assinado nesta quinta-feira, 6, em audiência realizada na Promotoria do Consumidor. Durante a reunião, a comissão gestora do DCE entregou ao promotor a relação de 2784 estudantes que tiveram suas carteiras desaparecidas.

O promotor Glauberto Bezerra ressaltou que a intervenção do Ministério Público teve o objetivo de evitar prejuízos para os estudantes que não receberam suas carteiras. O diretor executivo da AETC, Mário Tourinho, afirmou que a associação fará o recadastramento e selagem das novas carteiras que forma a garantir o direito dos alunos da UFPB.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.