Cartaxo: Lançamento ao Senado foi insanidade que fez Couto perder apoios

Cláudia Carvalho

O vice-governador da Paraíba, Luciano Cartaxo (PT), não escondeu sua insatisfação com o lançamento de um manifesto em prol da candidatura de Luiz Couto (PT) ao Senado. Ele disse que o evento foi "uma insanidade" e comentou que, depois do evento, realizado na última sexta-feira no Hotel Xênius, o deputado federal perdeu apoios:

"Luiz Couto era quase uma unanimidade dentro do PT para o Senado. Mas, esse lançamento não teve lógica e fez com que ele perdesse muitos apoios. Como o PT, que faz parte do Governo, se lança como candidato da Oposição? Não faz sentido lançar-se contra o Governo quando o partido integra essa administração. Se o PT for fazer oposição ao Governo Maranhão, vai ser o caos. O Governo é curto. Temos que trabalhar e produzir", disse ele.

Segundo Cartaxo, não houve fato político que motivasse a atitude de Couto de declarar apoio prévio à candidatura de Ricardo Coutinho (PSB). Além disso, ele cita uma decisão da Executiva Nacional do partido prevendo que a discussão sobre candidaturas e política de alianças deve se dar apenas em 2010.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.